Início / Agenda / Sagres já prepara Festival de Observação de Aves de Outubro, à espera do chasco-cinzento

Sagres já prepara Festival de Observação de Aves de Outubro, à espera do chasco-cinzento

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O cartaz deste ano do Festival de Observação de Aves & Actividades de Natureza dá destaque ao chasco-cinzento, uma espécie facilmente observada durante o período de migração em Sagres. O evento decorre de 4 a 8 de Outubro.

“Estamos a preparar o melhor festival de sempre. Serão 5 dias inteiramente dedicados à Natureza de Sagres e arredores, com actividades de observação de aves, passeios para conhecer a flora e a geologia local, passeios no mar para observar mamíferos marinhos, iniciativas para crianças, entre outras surpresas”, diz fonte institucional da Spea – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. E acrescenta que “será um festival com um programa muito completo e diversificado”.

Entre as principais actividades destacam-se as saídas de campo, as saídas de barco, a anilhagem de aves, actividades para crianças, mini-cursos, exposições, monitorização de aves planadoras, palestras, fotografia e muito mais.

Esta iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Vila do Bispo e tem como co-promotores a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e a Almargem.

O chasco-cinzento

Este ano o ‘cabeça de cartaz’ do Festival é o chasco-cinzento, uma espécie migradora fácil de observar em Sagres na altura de migração. Este passeriforme vem a Portugal reproduzir-se em meados de Abril e por cá fica até ao fim do Verão. No Outono ruma para terras mais quentes, em África.

O Festival tem ainda inscrições abertas para as diversas actividades, aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Vila Real de Santo António tem a primeira central fotovoltaica instalada nos portos de pesca nacionais

Partilhar            A Docapesca – Portos e Lotas concluiu a instalação de uma central fotovoltaica, que transforma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.