Início / Agricultura / Sabe qual a qualidade da sua cortiça? Antecipe a negociação e peça uma amostragem à ACHAR
Foto: Apcor

Sabe qual a qualidade da sua cortiça? Antecipe a negociação e peça uma amostragem à ACHAR

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Conhece a qualidade da sua cortiça? Sabe que, de forma a poder antecipar a negociação da sua cortiça, pode solicitar amostras de cortiça com 8 anos? Pois este é um dos serviços disponibilizados pela ACHAR – Associação dos Agricultores de Charneca.

Com base nos modelos de crescimento existentes, é possível estimar o crescimento que a cortiça terá dos 8 para os 9 anos. Se pretende saber a qualidade da cortiça que vai extrair este ano, contacte a Associação, pois ainda pode efectuar a amostragem para avaliação da qualidade.

Método de recolha

Explica fonte institucional da Associação dos Agricultores de Charneca que no campo, em cada parcela, são recolhidas 5 calas. A numeração dos sobreiros a amostrar por parcela é constante, ou seja à parcela 1 correspondem as árvores 1 a 5, à parcela 4 correspondem as árvores 16 a 20, …

No gabinete, as calas são aparadas e medidas, cozidas em água a 100 ºC por 1 hora e voltam a ser medidas para determinar o aumento percentual após cozedura.

A classificação é efectuada através da avaliação da homogeneidade e da presença de defeitos. Uma prancha de cortiça pode ser classificada em 7 qualidades, designadas por: 1.ª, 2.ª, 3.ª, 4.ª, 5.ª, 6.ª e Refugo.

A sua classificação qualitativa tem em consideração a presença e intensidade de dois tipos de defeitos: os que são intrínsecos ao processo de formação da cortiça (por exemplo a porosidade e o verde, entre outros) e os que são provocados por agentes exteriores (insectos como a formiga e a cobrilha).

Os resultados serão entregues num relatório onde consta, entre outra informação, a % de cortiça rolhável, delgada e para granular e o valor médio da cortiça, com base no valor actual de mercado.

Para mais informações, contacte a ACHAR através do email charneca@achar.pt ou do telefone 249 760 041.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Ambientalistas querem fim da isenção do imposto sobre os combustíveis concedida ao sector das pescas

Partilhar            “Os subsídios nocivos no sector das pescas reduzem os custos de capital ou operacionais e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.