Início / Agricultura / Sabe quais são as 10 cidades do Mundo onde mais se bebe vinho? Lisboa não está na lista

Sabe quais são as 10 cidades do Mundo onde mais se bebe vinho? Lisboa não está na lista

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Wine Paris — Salão dos Profissionais do Vinho, realiza-se de 11 a 13 de Fevereiro de 2019, no Paris Expo — Porte de Versailles.

Para a preparação da sua primeira edição na capital francesa, a organização do evento encomendou um estudo sobre o “Consumo e distribuição de vinhos nas principais cidades do Mundo”, com o apoio do JFL Conseil / XJ Conseil, empresa de análise de mercado.

Os vencedores das dez cidades que mais consomem vinho no Mundo, os continentes europeu, americano e asiático, colocam Paris no primeiro degrau do pódio. A capital francesa é a cidade onde mais se consume vinho no Mundo.

Grande parte dos mercados e do consumo está concentrada nas grandes cidades, com 54,9% da população mundial vivendo nas cidades, proporção muito maior nos principais países consumidores de vinho: 83% dos ingleses, 82% dos americanos, 80% dos franceses, 80% dos espanhóis, 77% dos alemães vivem, compram e consomem os seus vinhos na cidade.

Paris: 5,3 milhões de hl

Com 5,3 milhões de hectolitros de vinho consumidos em 2017, o equivalente a 709 milhões de garrafas, a região parisiense está à frente do Vale do Ruhr, a região metropolitana mais populosa da Alemanha, cujo consumo no mesmo ano foi de 4 milhões de hl (537 milhões de garrafas) e Buenos Aires (3,6 milhões de hl).

Na quarta e quinta posição estão Milão (3,3 milhões de hl) e Londres (2,95 milhões de hl), seguidos por Nova Iorque (2,8 milhões de hl) e Los Angeles (2,2 milhões de hl), duas cidades dos Estados Unidos— o país que lidera o ranking mundial de consumo de vinho 2011 —, Roma (1,7 milhões hl), Berlim (1,95 milhões hl) e Tóquio ( 1,2 milhões hl), a única cidade asiática neste ranking.

Pontos de distribuição de vinho

Nova Iorque, Paris e Londres têm muitos pontos de distribuição de vinho dentro e fora do comércio tradicional: 38.900 em Nova Iorque, 23.750 em Paris, 17.500 em Londres e 13.350 no Vale do Ruhr. Levando em conta a população de cada cidade, estes números fazem de Paris a área de distribuição de vinho mais densa do Mundo.

Esta posição “líder” da capital francesa é impulsionada por uma rede de parceiros influentes (20.000 hotéis e restaurantes, bares de vinho, cafés, 1.100 comerciantes de vinho, 1.990 lojas de distribuição, 142 estrelas Michelin).

Todos os consumidores franceses e os milhões de turistas internacionais e empresários que Paris acolhe (33,8 milhões em 2017), uma vitrine de vinhos excepcionais, uma diversidade inigualável de terroirs e produções, faz com que a capital francesa continue a ser um forte símbolo de excelência e know-how da produção de vinho aos olhos do Mundo.

O estudo da organização do Wine Paris mostra ainda que as grandes cidades, com Paris na liderança, também são o lugar onde nascem fortes tendências de consumo. A procura por vinho “natural”, vinho orgânico ou a preferência pelo rosé são fenómenos importantes que foram iniciados em Paris, diz o estudo.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Moura recebe entrega de equipamentos de prevenção de incêndios rurais no Baixo Alentejo

Partilhar              A cerimónia de entrega de equipamentos destinados à Protecção de Aglomerados Populacionais, no âmbito da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.