Início / Agricultura / Rússia detecta primeiro caso de transmissão da gripe aviária para humanos

Rússia detecta primeiro caso de transmissão da gripe aviária para humanos

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Rússia anunciou este sábado, 20 de Fevereiro, ter detectado os primeiros casos de transmissão para humanos da estirpe H5N8 da gripe aviária , acrescentando que informou a Organização Mundial de Saúde (OMS) daquela “significativa descoberta”. Foram infectadas sete trabalhadores de um aviário.

Portugal mantém o estatuto de País oficialmente livre de gripe aviária. Em 31 de Janeiro de 2017, foi confirmado no Algarve um caso de gripe aviária por vírus influenza A do subtipo H5N8 (de alta patogenicidade) no cadáver de uma garça-real (Ardea cinerea). Mas tratou-se apenas de um caso isolado.

“O laboratório confirmou o primeiro caso de infecção de uma pessoa com o vírus do grupo A, a gripe aviária AH5N8”, disse Anna Popova, chefe da agência de saúde russa Rospotrebnadzor .

Sete pessoas infectadas

Este vírus foi detectado em sete pessoas infectadas em uma avicultura no Sul da Rússia, onde um surto de gripe aviária atingiu os animais em Dezembro de 2020, disse AnnaPopova, acrescentando que os doentes “se sentem bem” e não têm complicações.

No entanto, o vírus não é transmitido de pessoa para pessoa. De acordo com a OMS, a transmissão da gripe aviária para humanos é uma ocorrência rara e requer “contacto directo ou próximo com aves infectadas ou seu ambiente”. No entanto, esse vírus “deve ser vigiado” porque tem potencial para sofrer mutação.

Gripe aviária

Explica a DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária que a gripe aviária é uma doença vírica extremamente contagiosa podendo causar elevada mortalidade nas aves afectadas.

As infecções pelos vírus da gripe aviária dividem-se em dois grupos com base na sua patogenicidade: gripe aviária de alta patogenicidade (GAAP), que se dissemina rapidamente, causando doença grave com mortalidade elevada (até 100% no prazo de 48 horas) e gripe aviária de baixa patogenicidade (GABP) que geralmente causa doença ligeira, podendo facilmente passar despercebida.

Ocasionalmente, algumas estirpes de vírus da gripe aviária podem infectar outros animais, nomeadamente mamíferos, e também o ser humano. No entanto, para que tal aconteça é necessário que haja um contacto muito estreito entre as aves infectadas e as pessoas ou entre aves e outros animais.

Mais detalhes acerca da doença, aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

José Fernandes Pereira é o novo presidente da Comissão Vitivinícola Regional Távora-Varosa

Partilhar            José Fernandes Pereira é o novo presidente da direcção da Comissão Vitivinícola Regional Távora-Varosa – …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.