Início / Agenda / Repsol leva Agrodiesel e+10 à Feira Nacional de Agricultura em Santarém

Repsol leva Agrodiesel e+10 à Feira Nacional de Agricultura em Santarém

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Repsol vai estar presente na Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo a realizar-se entre os próximos dias 9 e 13 de Junho, sob o tema “A Água na Agricultura”, no CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém. E, como um dos principais patrocinadores da Feira, leva o Repsol Agrodiesel e+10, o seu “produto de excelência para o sector agrícola”.

“Com o Repsol AgroDiesel e+10 o agricultor poupa em custos de manutenção, já que as suas propriedades mantêm as prestações iniciais dos motores”, garante Joaquim Reis, director de vendas directas da Repsol em Portugal. E acrescenta que “se o gasóleo tiver vestígios de água, pode provocar a formação de ferrugem nas superfícies metálicas do circuito de alimentação e injecção de combustível. O gasóleo Repsol AgroDiesel e+10 protege-as contra a corrosão”.

Trata-se de um combustível tecnologicamente avançado, com fórmula exclusiva e que é o único recomendado pelos melhores fabricantes de maquinaria agrícola como por exemplo John Deere e New Holland.

A cadeia logística dos combustíveis desde a sua fabricação até à sua utilização final é complexa, pelo que é necessário manter um rigoroso controlo para assegurar a qualidade do produto. O Repsol AgroDiesel e+10 contém um identificador exclusivo que identifica inequivocamente o produto Repsol (em campo e em laboratório) e permite detectar imediatamente práticas fraudulentas e contaminações.

Estabilidade da oxidação

O gasóleo pode arrastar metais na sua circulação através do sistema de alimentação de combustível do veículo. A incorporação destes metais no combustível acelera os processos de oxidação, criando maior quantidade de partículas sólidas e insolúveis. A fórmula exclusiva do Repsol AgroDiesel e+10 garante neutralizar os metais dissolvidos no gasóleo, impedindo a sua acção aceleradora da oxidação.

Por outro lado, a utilização de combustíveis que não estejam convenientemente estabilizados pode provocar a aparição de partículas sólidas e insolúveis que se aglomeram e depositam no sistema de alimentação de combustível e degradam o seu funcionamento. O Repsol AgroDiesel e+10 “evita que as partículas insolúveis se depositem no sistema de alimentação e injecção de combustível, mantendo as prestações originais do motor e evitando a obstrução dos filtros”.

O gasóleo contém de forma natural parafinas que são muito sensíveis às baixas temperaturas, e é necessário uma concepção adequada do combustível para evitar que a sua precipitação provoque uma obstrução dos filtros nas instalações de armazenamento e no veículo. A Repsol garante que o seu combustível previne a obstrução dos filtros a baixas temperaturas.

Entrevista a Joaquim Reis, director de vendas directas da Repsol

Qual o peso dos combustíveis agrícolas nas vendas totais da Repsol em Portugal?

A Repsol em Portugal opera em vários tipos de negócio sendo o mais visível o de Estações de Serviço. Nas vendas directas fornecemos produtos e serviços para os vários segmentos da actividade económica como por exemplo para a agricultura, pescas, residencial, até ao industrial e transporte de passageiros e de mercadorias, ou para a construção civil.

Joaquim Reis

No caso do segmento agrícola fornecemos o Repsol AgroDiesel e+10 produto que tem uma formulação exclusiva e que mantém as prestações iniciais dos motores.

Qual o investimento necessário para ter um tanque próprio?

O investimento depende da capacidade de armazenamento do tanque, podendo ir dos 1.000 aos 50 mil litros. Os tanques mais pequenos são colocados directamente nas explorações agrícolas e os de maior capacidade destinam-se mais para servir de distribuição nas cooperativas, associações e distribuidores.

Para quem não tem ainda instalações nem tanque, a Repsol pode ajudar na realização do projecto e no licenciamento das instalações.

Além das cooperativas e associações, temos uma rede de distribuidores a nível nacional que distribuem em cisternas mais pequenas o Repsol AgroDiesel e+10 a cada agricultor.

Mas, deixe-me realçar que o Repsol AgroDiesel e+10, recomendado pela John Deere e pela New Holland, também está disponível na nossa rede de estações de serviço. Temos também uma importante infra-estrutura logística em Portugal que garante a segurança no abastecimento. Por exemplo, durante a fase pandémica em que a nossa agricultura foi um sector suporte da economia, nós nunca falhamos com o abastecimento de produto.

O Repsol AgroDiesel e+10 é considerado gasóleo colorido?

O Repsol AgroDiesel e+10 é colorido e marcado e tem beneficio fiscal. Para além do marcador fiscal tem um conjunto de aditivos exclusivos que faz com que o agricultor possa poupar nos custos de manutenção. Trata-se de um combustível desenvolvido no Repsol Technology Lab, situado em Móstoles, Madrid, um dos centros tecnológicas mais relevantes na Europa pela sua inovação contínua.

A formulação deste combustível tem um pack de aditivos que mantém as prestações iniciais do motor por mais tempo. Tem um preço superior, mesmo tirando os impostos, ao chamado não aditivado, mas acaba por compensar nos custos de manutenção da maquinaria agrícola.

Repare, o agricultor investe milhares de euros numa máquina é um empate de capital bastante alto e não quer que a maquina avarie.

Se um agricultor quiser um tanque de 1.000 litros, quanto tem de investir?

Os chamados kits são constituídos por tanques de mil litros equipados com bomba para efectuar os abastecimentos das máquinas. Custam cerca de 500 a 600 euros. Os clientes pagam integralmente estes kits ou nós podemos financiar a sua aquisição, tudo depende da proposta comercial e do apoio para o desenvolvimento de cada negócio. Para isso basta contactar a Repsol.

Qual o peso dos combustíveis agrícolas nas vendas totais da Repsol em Portugal?

Nas vendas directas da Repsol em Portugal, excluindo as estações de serviço, os combustíveis agrícolas representam cerca de 10% do volume de vendas. Importante referir que neste volume a penetração do Repsol AgroDiesel e+10 é de 45%.

A nossa agricultura vai continuar a ter um desenvolvimento tecnológico muito importante nos próximos anos e a Repsol vai continuar a apoiar a agricultura portuguesa e a crescer.

Exemplo disto é a nossa presença na Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, que se realiza já de 9 a 13 de Junho, em Santarém. Vamos também estar, em Setembro, na AgroSemana – Feira Agrícola do Norte, e na AgroGlobal, a maior feira agrícola ibérica dedicada aos profissionais.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

PDR 2020 tem 3 M€ para apoio ao uso mais eficiente da água dos regadios

Partilhar              O Ministério da Agricultura informa que, no âmbito da operação “Melhoria da eficiência dos regadios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.