Início / Agricultura / REN apoia conservação de aves ameaçadas na Região do Douro Internacional

REN apoia conservação de aves ameaçadas na Região do Douro Internacional

A REN – Rede Eléctrica Nacional assinou um acordo de cooperação com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e a Palombar – Associação de Conservação da Natureza e do Património Rural. No âmbito deste acordo, terrenos e pombais tradicionais pertencentes à REN serão geridos pela SPEA e pela Palombar, de forma a aumentar o alimento disponível para aves ameaçadas como é o caso da águia-perdigueira.

Na última década, a população de águia-perdigueira registou um declínio de 40% no Norte do país. Para inverter esta tendência está a ser implementado o projecto Life Rupis, coordenado pela SPEA e que tem como objectivo principal reforçar as populações de águia-perdigueira (e também de britango), através da redução da sua mortalidade e do aumento do seu sucesso reprodutor.

REN disponibiliza seis pombais tradicionais

Neste âmbito, a REN vai disponibilizar seis pombais tradicionais e terrenos na zona do Douro Internacional, nomeadamente em Lagoaça e Bruçó, de forma a que a SPEA e a Palombar possam assegurar a implementação de medidas de gestão de habitat e de fomento de espécies presa da águia-perdigueira, nomeadamente pombos, perdizes e coelhos.

Apoiar a biodiversidade

Para Francisco Parada, responsável da área de Qualidade, Ambiente e Segurança da REN, esta parceria é mais um exemplo da estratégia que a REN tem vindo a desenvolver em matéria de biodiversidade, articulando com diferentes parceiros a implementação das melhores práticas na preservação e gestão de habitats, em particular quando estão associadas a espécies de aves ameaçadas.

Para Joaquim Teodósio, Coordenador do Departamento de Conservação Terrestre da SPEA e do projeto Life Rupis, é imprescindível que empresas como a REN assumam um papel pro-activo na conservação da natureza, e é fundamental que conservacionistas e empresas trabalhem juntos em prol do desenvolvimento sustentável que é do interesse de todos.

Protocolo com a Universidade de Évora

A REN assinou também recentemente um protocolo com a Universidade de Évora, para o estudo e conservação de comunidades de animais debaixo das linhas de transporte de energia, no âmbito do projecto Life Lines.

Esta parceria permite a criação de verdadeiras “ilhas de biodiversidade” debaixo dos postes. Para o efeito, a REN vai apoiar esta iniciativa através da promoção de contactos com os proprietários dos terrenos atravessados pelas linhas de transporte de energia na área de intervenção do projecto.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

ICNF tem 29 tractores e respectivas alfaias para ceder aos Sapadores Florestais

Partilhar              O ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas informa que, dando sequência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.