Início / Agenda / Regras de exportação de alimentos e bebidas para a China mudam a 1 de Janeiro de 2022

Regras de exportação de alimentos e bebidas para a China mudam a 1 de Janeiro de 2022

A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que a República Popular da China alterou as regras a cumprir pelos operadores que pretendem exportar alimentos e bebidas para aquele país. As novas regras aplicam-se às exportações agroalimentares para a China continental, não abrangendo os produtos destinados às Regiões Administrativas Especiais de Macau e Hong Kong.

As novas regras entram em aplicação no dia 1 de Janeiro de 2022 mas, até lá, os operadores nacionais, interessados em exportar para a China devem assegurar um conjunto de procedimentos compilados, pela DGAV, em Comunicado Oficial.

A Administração Geral das Alfândegas da China (GACC) publicou, em Abril de 2021, dois novos decretos — 248° e 249° — relativos ao registo de produtores de bens agroalimentares importados e medidas de segurança alimentar de importação e exportação da República Popular da China, respectivamente. Estes Decretos alteram consideravelmente o processo de certificação e registo de empresas e de produtos alimentares importados pelo mercado chinês.

Todas as empresas portuguesas do sector agroalimentar que exportam para este país deverão, desta forma, obedecer ao estipulado nos decretos 248° e 249°.

Consulte o Comunicado Oficial da DGAV e conheça todas as alterações aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

CAP promove debate sobre Planos de Gestão de Região Hidrográfica 2022-2027

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal promove no auditório da sua sede, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.