Início / Agricultura / Regionais Madeira. PS defende novo regime silvopastoril que considere o pastoreio dirigido como um serviço público
© PS/Madeira

Regionais Madeira. PS defende novo regime silvopastoril que considere o pastoreio dirigido como um serviço público

O Partido Socialista da Madeira (PS-Madeira) avança para as eleições regionais antecipadas de 26 de Maio a garantir que, com um Governo do PS, “será implementado um novo regime silvopastoril que considere o pastoreio dirigido como um serviço público em que os rebanhos acompanhados sejam apoiados por área limpa, como forma de diminuir o risco de incêndio na Região”.

A promessa foi lançada pelo líder socialista madeirense, Paulo Cafôfo, num encontro com agricultores, criadores de gado e apicultores, na Ponta do Sol.

Por outro lado, Paulo Cafôfo assegurou que será cumprido o Plano Apícola Nacional, “permitindo que os apicultores madeirenses possam beneficiar dos mesmos direitos e apoios que os restantes produtores do País”. Defendeu ainda a “implementação de zonas controladas e medidas de valorização da apicultura regional, considerando os serviços ecossistémicos que cumprem, nomeadamente a segurança do território, a polinização das espécies e a biodiversidade”, avança o PS Madeira.

Nesta senda da valorização da produção regional, o presidente do PS-Madeira preconiza ainda outras medidas, que passam pela “promoção dos mercados locais e pela aquisição dos produtos madeirenses por parte da Administração Pública, a preços justos”. Como deu conta, “este é um modelo admitido pelos contratos públicos e recomendado por critérios ambientais e sociais, que beneficia consumidores, produtores, o sector agrícola e a Região de uma forma geral”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Câmara de Santarém atribui Medalha de Ouro ao CNEMA

Partilhar              A Câmara de Santarém condecorou hoje, 14 de Junho, o CNEMA — Centro Nacional de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.