Início / Agricultura / Região dos Vinhos Verdes reforça seguro de colheitas com cobertura por risco de incêndio na vinha

Região dos Vinhos Verdes reforça seguro de colheitas com cobertura por risco de incêndio na vinha

A Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) acaba de reforçar o seguro colectivo de colheitas, que passa agora a cobrir o risco de incêndio na vinha, assegurando uma indemnização ao viticultor pela perda da produção do ano e dos dois anos seguintes.

Para além dessa garantia, a replantação das videiras, o arame e os postes de sustentação são igualmente contabilizados no apoio previsto, realça a CVRVV em nota de imprensa.

O maior seguro agrícola do País cobre já cerca de 15 mil viticultores na Região dos Vinhos Verdes, garantindo 30 cêntimos por cada quilo de uva perdido em caso de queda de raio, escaldão, geada, granizo, queda de neve, tornado e tromba de água. A apólice tem contemplado um alargamento de coberturas a cada ano, com a inclusão da insolação e do desavinho nos dois últimos anos, passando agora a incluir também o risco de incêndio.

Indemnização de 30 cêntimos por kg de uva

A CVRVV financia a apólice base a todos os viticultores da Região, garantindo uma indemnização de 30 cêntimos por kg de uva, permitindo ainda que cada produtor possa valorizar as suas uvas subscrevendo adicionais até 8 de Abril, que podem garantir até 1 euro por kg.

Contratado em 1997 pela CVRVV, o seguro de colheitas passa agora a prever a perda por incêndio, num ano em que as condições de seca em Portugal preocupam todo o sector.

“A cada ano, verificamos que as alterações climáticas levantam novas preocupações aos agricultores, que tentamos acompanhar com uma cobertura cada vez mais ampla e que garanta que a ausência de produção pode ser compensada com indemnizações que viabilizam a actividade do viticultor. O nosso seguro acompanha uma estratégia de evolução das coberturas, pelo que o facto de 2022 estar a ser fortemente marcado pela seca em Portugal nos leva a antecipar que o risco de incêndio possa ser maior. A Região fica, assim, mais preparada para enfrentar esses riscos”, destaca Manuel Pinheiro, presidente da CVRVV.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Luís Montenegro: “Governo não quer resolver os problemas da agricultura”

Partilhar              O líder do Partido Social Democrata (PSD) acusa o Governo de “falta de vontade política” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.