Início / Agricultura / Queso Castellano: Comissão aprova nova indicação geográfica protegida em Espanha

Queso Castellano: Comissão aprova nova indicação geográfica protegida em Espanha

A Comissão Europeia aprovou a inclusão de uma nova indicação geográfica da Espanha no registo de indicação geográfica protegida (IGP). Em causa está o Queso Castellano, um queijo gordo a gordo extra produzido a partir de leite de ovelha cru ou pasteurizado produzido em explorações situadas em Castela e Leão.

O seu paladar é encorpado e intenso, mas mais ácido no palato do que outros queijos semelhantes, como resultado das etapas de prensagem e maturação no processo tradicional de produção de queijos.

Levemente picantes

Estes queijos são levemente picantes, com sabores moderados a altamente persistentes e um final de boca limitado.

A criação de ovinos e a produção de queijo em Castela e Leão remontam ao século XVI e o Queso Castellano é hoje bastante popular nos mercados rurais, nas lojas e nos estabelecimentos especializados.

Esse novo registo junta-se aos quase 1.470 produtos já protegidos, cuja lista está disponível no banco de dados eAmbrosia, aqui.

Em “luta” desde 2015

Desde Julho de 2015 que os promotores e os responsáveis pala pasta da Agricultura espanhola colaboram neste objectivo.

A Federação Castelhano Leonesa de Indústrias Lácteas, proprietária do selo distintivo, pretende assim impulsar a produção de queijo de ovelha de qualidade. Os produtores associados à marca Queso Castellano podem já integra o novo selo nos seus rótulos.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

CAP analisa evolução do sector agrícola na última década em webinar gratuito

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal realiza no próximo dia 27 de Maio, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.