Início / Agricultura / Quer ser apicultor? Leia o Manual de Boas Práticas na Produção de Mel

Quer ser apicultor? Leia o Manual de Boas Práticas na Produção de Mel

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Manual de Boas Práticas na Produção de Mel é uma ferramenta essencial que disponibiliza de forma acessível a todos os apicultores nacionais toda a informação relativa à higiene nas fases de produção, extracção e processamento do mel.

Em colaboração com a Escola Superior Agrária de Santarém, a FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal disponibiliza online este Manual, da autoria da Professora Ana Neves, editado em 2006.

Este Manual aprofunda temas como os do ambiente de instalação do apiário, colmeias e enxames, recolha e transporte das alças para extracção de mel, higiene das Instalações, equipamentos e utensílios, ou controlo de pragas.

Explica a autora do Manual que, com “a evolução da civilização humana, a apicultura e, em especial, a produção e comercialização do mel passou a ser uma actividade económica de relevo. O sector apícola em Portugal é, tradicionalmente, uma actividade complementar associada à agricultura e à floresta”.

E acrescenta que “o mel português é um produto natural de qualidade. A abertura de mercados mais competitivos está estreitamente ligada ao aumento da produção e o cumprimento dos requisitos legais associados à produção de um género alimentícios”, levando em conta as definições, classificação e características do mel, bem como as regras para o seu acondicionamento e rotulagem.

Objectivos do manual

Os objectivos do documento passam por apresentar as principais características das instalações, equipamento e utensílios para a produção e extracção do mel; sensibilizar os apicultores para a importância da higiene das instalações, equipamentos e utensílios e dos operadores, através de um conjunto de regras simples; demonstrar ao apicultor a sua responsabilidade pela qualidade e segurança do mel.

Para a Professora Ana Neves, “as colmeias devem basicamente ser feitas de materiais que não apresentem qualquer risco de contaminação para o ambiente ou para os produtos da apicultura”. E, no registo dos apiários, devem ser incluídas informações sobre a utilização de alimentação artificial: tipo de produto, datas, quantidades e colmeias em que foi utilizada.

Pode ler o Manual de Boas Práticas na Produção de Mel completo aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Câmara Municipal lança aplicação de apoio às empresas do concelho com o lema “Compre em Barcelos”

Partilhar            A Câmara Municipal de Barcelos, através de uma parceria com a marca P.negócios.pt, vai disponibilizar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.