Início / Pecuária / Aves e Ovos / Quer observar aves no Estuário do Tejo? Em Alcochete pode

Quer observar aves no Estuário do Tejo? Em Alcochete pode

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Estuário do Tejo é um ex-libris na observação de aves, que conta com diversidade e multiplicidade de aves e que lhe conferem o estatuto da mais importante zona húmida de Portugal e uma das mais relevantes da Europa.

Numa parceria com a Fundação Salinas do Samouco, pode conhecer o património natural do concelho de Alcochete numa viagem com destino à Ponta d’Erva, com um guia a bordo e um folheto informativo sobre as espécies do Estuário.

O Bote Leão é propriedade da Câmara Municipal de Alcochete, e está ancorado na História e tradição local, reflectindo a grande paixão pelo Tejo, “orgulhosamente assumida pelas gentes locais”, refere fonte institucional da autarquia.

Programa

Início às 15h00

€5,00 (adulto), €2,5 (criança) ou Pack Família – descontos especiais para famílias para passeios regulares e temáticos no Bote Leão, com os seguintes valores:

• 2 pessoas – €7,50;
• 3 pessoas – €10,00;
• 4 pessoas – €12,50;
• 5 pessoas – €15,00.

Entrada grátis para crianças até aos 6 anos de idade/dos 6 aos 17 anos e +65 a entrada tem um preço tabelado de €2,50.

Informações: Posto de Turismo de Alcochete –212 348 655 – posto.turismo@cm-alcochete.pt.

A reserva dos bilhetes deve ser feita no Posto de Turismo de Alcochete no edifício da Escola Conde Ferreira, no jardim do Rossio, presencialmente, por telefone 212 348 655 ou e-mail.

Face à actual situação provocada pela pandemia Covid-19 a lotação do Bote Leão está limitada a 18 pessoas e deve ser respeitada a distância de segurança entre os visitantes.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Projecto coordenado pela UMinho lança App climática que ajuda agricultores a optimizar água e colheitas

Partilhar            Está a nascer uma ferramenta que alerta os agricultores sobre mudanças climáticas, ajudando-o a optimizar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.