Início / Agricultura / Quase Primavera. Remover ninhos de andorinha é proibido
© Stefan Berndtsson

Quase Primavera. Remover ninhos de andorinha é proibido

Estão a destruir ninhos de andorinhas. Isto é legal? Pois a SPEA — Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves diz ser “possível os proprietários removerem os ninhos de andorinha mediante um pedido de autorização para o efeito ao Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), que indicará o período em que os ninhos podem ser removidos”.

Ora, este período, salvo algumas excepções, é fora da altura de nidificação. “Na altura em que as andorinhas estão a construir os ninhos e têm crias, é proibido remover os ninhos. Se souber de alguém que quer remover ninhos de andorinha, sugerimos que comece por tentar dissuadir a pessoa. Pode dizer-lhe que, para evitar que o espaço debaixo do ninho fique sujo, pode instalar uma espécie de caleiras próprias, que se colocam por baixo dos ninhos”, frisa a SPEA.

E acrescenta que “pode ainda explicar que a andorinha é um animal muito útil no combate a pragas: come uma quantidade enorme de insectos, sobretudo as moscas e mosquitos que podem estragar uma bela noite de Verão”.

Se estes argumentos não forem suficientes, ou se só souber da situação a posteriori, contacte o Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA – GNR) através do telefone 808 200 520 para que actuem de imediato. Poderá também fazer uma denúncia através do e-mail sepna@gnr.pt.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Câmara de Santarém atribui Medalha de Ouro ao CNEMA

Partilhar              A Câmara de Santarém condecorou hoje, 14 de Junho, o CNEMA — Centro Nacional de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.