Início / Agricultura / PSD/Açores destaca aumento do preço do leite pago à produção

PSD/Açores destaca aumento do preço do leite pago à produção

A deputada do PSD/Açores Vitória Pereira destacou esta semana, em Plenário, o aumento substancial do preço do leite pago à produção ocorrido nos últimos meses na Região, considerando que “constitui um momento de viragem, após muitos anos de estagnação do sector”.

Relembre-se que a Federação Agrícola dos Açores, na quarta-feira, defendeu uma redução do diferencial do preço do leite entre a Região e o continente, depois da cadeia de supermercados Pingo Doce ter anunciado uma subida de cinco cêntimos aos seus produtores, para 60 cêntimos por litro. O preço do leite ao produtor nos Açores situa-se próximo dos 50 cêntimos, contra os 54 cêntimos do continente e 62 da média europeia.

“É um facto digno de registo, e que não pode ser ignorado”, disse a social-democrata, esperando que a indústria “continue a dar resposta aos produtores já que, em simultâneo, o Governo da Coligação (PSD, CDS-PP e PPM) vai adoptando medidas para ajudar a fileira do leite, firmando compromissos para criar liquidez nas explorações agrícolas”.

A parlamentar considerou a produção de leite como “o nosso bilhete de identidade”, pois o sector leiteiro “é um dos principais pilares da economia dos Açores, gerando milhares de postos de trabalhos, e dele dependendo milhares de agregados familiares, pelo que deve continuar a receber a devida atenção”.

“Dada a qualidade intrínseca do nosso leite, e para continuar a distinguir os Açores como uma região produtora de excelência, os nossos produtores têm de ter um rendimento justo e de acordo com as tendências dos mercados”, defendeu Vitória Pereira.

A deputada lembrou que, em São Miguel as subidas generalizadas registadas do preço do leite pago ao produtor, este ano, de Janeiro até á presente data, “apresentam o maior aumento de sempre, acompanhado por todas as indústrias”.

Rateios no POSEI e PRORURAL

Sobre as medidas do Governo da Coligação para o sector, Vitória Pereira recorda que “foi este governo que pôs fim aos rateios no âmbito do POSEI e do PRORURAL”, afirmando que, “com a incerteza e instabilidade permanentes dos governos do PS, a nossa agricultura teria perdido 13 milhões de euros por ano, dos quais 5 milhões directamente relacionados com o sector leiteiro”.

“Foi este governo que suportou o pagamento de 1,5 cêntimos durante 6 meses, antecipando o trabalho das indústrias e aliviando o sufoco das explorações. Pela primeira vez, o apoio foi direccionado aos produtores e não à indústria”, disse a social-democrata.

A deputada do PSD/Açores frisou que “a mudança de estratégia deste Governo está a possibilitar a reconversão da produção de leite em produção de carne, face ao défice de 50% na produção, a nível nacional. E este ano já houve, de Janeiro a Agosto, um aumento em cerca de 1.800 toneladas na carne de bovino produzida na Região”.

Vitória Pereira sublinhou ainda que “foi também este governo a apoiar em 80% a compra de sementes de milho e sorgo, uma medida que fez atenuar a crise, face ao brutal aumento dos custos de produção e ao seu impacto na economia agrícola”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Estação Biológica de Mértola tem vaga para Bolsa de Investigação para Doutoramento

Partilhar              A Câmara Municipal de Mértola informa que a EBM — Associação Estação Biológica de Mértola …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.