Início / Featured / PSD Açores desafia Vasco Cordeiro a explicar 500 mil euros de juros de mora por pagar em obras portuárias

PSD Açores desafia Vasco Cordeiro a explicar 500 mil euros de juros de mora por pagar em obras portuárias

O líder parlamentar do PSD Açores, Pedro Nascimento Cabral, desafiou hoje, 1 de Outubro, o ex-presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro a explicar os “calotes” em obras portuárias referentes a 2014, no valor de quase meio milhão de euros, que foram pagos esta semana pelo actual Governo Regional da coligação PSD/CDS-PP/PPM.

“Os senhores deputados Vasco Cordeiro, na altura presidente do Governo, e Sérgio Ávila, então vice-presidente com a tutela das Finanças, não pagaram quase meio milhão de juros de mora de obras de 2014, pagas esta semana pelo actual Governo”, afirmou Pedro Nascimento Cabral, na Assembleia Legislativa dos Açores, num debate de urgência sobre investimento público.

Os visados recusaram responder à pergunta feita por Pedro Nascimento Cabral, segundo uma nota de imprensa do PSD Açores, “nada tendo explicado sobre a falta de pagamento de facturas de 2014 relativas às empreitadas de ampliação do Porto de Pesca de Rabo de Peixe e de melhoramento da operacionalidade do Porto da Povoação”.

Facturas em atraso

O presidente da bancada social-democrata falava sobre a decisão do Governo Regional de proceder ao pagamento de facturas em atraso das empreitadas de ampliação do Porto de Pesca de Rabo de Peixe e de melhoramento da operacionalidade do Porto da Povoação.

“Trata-se de obras lançadas em 2012 e de facturas de 2014, cujo pagamento só agora foi feito, por este Governo Regional, após notificação judicial. Porque é que os senhores deputados Vasco Cordeiro e Sérgio Ávila, enquanto estavam no Governo, não pagaram estas obras e deixaram os empreiteiros com esses calotes”, questionou Pedro Nascimento Cabral.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Açores recebem certificação de bem-estar animal Welfare Quality

Partilhar              O secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura, afirmou esta terça-feira na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.