Início / Featured / PSD Açores. Bruto da Costa acusa PS de “lançar boato” sobre continuidade de serviço de estiva que “nunca esteve em causa”

PSD Açores. Bruto da Costa acusa PS de “lançar boato” sobre continuidade de serviço de estiva que “nunca esteve em causa”

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado do PSD Açores João Bruto da Costa lamentou hoje, 2 de Junho, que o Partido Socialista (PS) tenha “lançado o boato” da eventual suspensão do serviço de estiva na Ilha Graciosa, cuja continuidade “nunca esteve em causa”.

“Este boato criado pelo Partido Socialista apenas visa lançar confusão e dúvidas sobre o abastecimento marítimo à Ilha Graciosa, pois em momento algum esteve em risco. O serviço de estiva no Porto da Praia da Graciosa vai continuar, por mais rumores que o PS tente pôr a circular”, afirmou o parlamentar da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Segundo o vice-presidente da bancada social-democrata, a empresa responsável pela estiva na Ilha Graciosa “garantiu ao grupo parlamentar do PSD que não está em causa a manutenção do serviço”.

“Têm existido contactos regulares entre todos os intervenientes neste processo e a empresa, como pessoa de bem que é, fez questão de salientar que nunca deixaria a ilha Graciosa ao abandono”, disse.

Para João Bruto da Costa, “é lamentável que o Partido Socialista, que durante duas décadas de Governo ignorou muitas prioridades da Ilha Graciosa, agora se limite a tentar lançar confusão apenas para ter algum protagonismo político”.

“Bastava um simples telefonema para perceber que este não é um problema e que a Graciosa tem assegurado o serviço de abastecimento da ilha na sua operação portuária”, frisou o político.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.