Início / Agricultura / PS quer promover projectos de inovação rural e incentivar empreendedorismo nos recursos endógenos
Foto: PS

PS quer promover projectos de inovação rural e incentivar empreendedorismo nos recursos endógenos

O Partido Socialista (PS) apresenta-se às eleições legislativas de 30 de Janeiro comprometendo-se a “promover projectos de inovação rural, quer na concepção de novos produtos, quer na valorização e dinamização das cadeias de valor dos recursos endógenos e endogeneizáveis”, por exemplo, o design ou marketing inovador).

Por outro lado compromete-se a “incentivar o empreendedorismo com base nos recursos endógenos e saberes tradicionais, mas também nos clusters de inovação ligados ao território e que diversifiquem a base económica (“Agendas Mobilizadoras” no Interior do País).

Segundo o programa eleitoral dos socialistas, “a assunção das zonas de baixa densidade como espaços de oportunidades, e não apenas como territórios-problema, constitui um imperativo na definição de estratégias de desenvolvimento sustentável, aproveitando o “capital territorial” e os recursos distintivos de cada região, mas também encontrando novas oportunidades de negócio que diversifiquem a base económica”.

É nesta “visão pela positiva, em que os recursos endógenos – naturais e culturais – se constituem como factores de diferenciação”, que um governo do PS irá “promover a qualificação e a valorização dos recursos endógenos e endogeneizáveis, nomeadamente através da aposta na I&D e na internacionalização”.

Por outro lado, compromete-se a difundir o turismo de natureza e a qualificar e promover os produtos locais e/ou artesanais de excelência, com elevado potencial de inserção em mercados de nicho ou de maior escala.

Promover a fixação de pessoas no interior

O programa eleitoral do Partido Socialista diz ainda que pretende adoptar políticas activas de repovoamento do interior, com vista à fixação e à integração de novos residentes, nomeadamente através da atracção de migrantes (e.g., reforçar o Programa Trabalhar no Interior e o Programa Regressar).

E quer também dar continuidade ao Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora por forma a atrair investidores, trabalhadores e famílias para o interior e lançar um programa de regresso ao campo, que promova a reversão do êxodo rural, estimulando o regresso de quem saiu do interior para as cidades e aí vive actualmente com menor qualidade de vida.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Investigadores do Politécnico de Leiria estudam produção sustentável de papaias em aquaponia

Partilhar              Um grupo de investigadores do pólo de investigação do LSRE-LCM no Instituto Politécnico de Leiria …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.