Início / Agricultura / Projecto português usa nona arte para preservar e homenagear o montado de sobro em Odemira

Projecto português usa nona arte para preservar e homenagear o montado de sobro em Odemira

Símbolo da paisagem alentejana, o montado de sobro é um dos ecossistemas mais ricos do Mundo e é agora protagonista de um projecto que alia a arte à preservação ambiental. Histórias à Sombra do Montado sai à rua em Odemira para, através da banda desenhada, prestar uma homenagem ao sobreiro.

A pouco tempo de o montado poder ser considerado paisagem cultural da humanidade pela UNESCO, Hugo Tornelo e Rita Gonzalez, um casal que, a partir do próximo ano, chamará casa ao Alentejo, apostam na publicação de quatro bandas desenhadas, criadas por Nuno Saraiva, Joana Afonso, Marta Teives e João Maio Pinto, a partir de quatro histórias escritas por Luís Afonso, Ana Bárbara Pedrosa, Ana Margarida de Carvalho e Afonso Cruz. A serem distribuídas por todo o concelho de Odemira —- o concelho mais extenso do País, com metade do seu território composto por sobreiros — as histórias têm como objectivo reforçar a relação da população com o montado do sobro.

Nas palavras de Hugo Tornelo, “o nosso principal objectivo é homenagear o montado alentejano, devido à importância que tem a nível ambiental, social, e económico para a região. Queremos realçar a importância do património natural do sobreiro e do montado de sobro, perpetuando a história da terra e do território enquanto identidade, cultura e economia social do Alentejo, em particular no concelho de Odemira. Através das histórias, pretendemos gerar sentimentos de identidade e pertença, e, desta forma, contribuir para a preservação de tradições e costumes. Queremos sensibilizar para a importância da preservação do montado de sobro por se tratar de um ecossistema exemplar no equilíbrio entre a conservação da natureza e o desenvolvimento económico e social”.

O projecto conta com o financiamento do programa Garantir Cultura e com o envolvimento do projecto Life Montado-Adapt e da Câmara Municipal de Odemira.

Hélder Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Odemira, afirma que “o desenvolvimento rural e o montado estão no ADN do concelho de Odemira. O projecto “Histórias à Sombra do Montado”, que o Município de Odemira tem o orgulho de apoiar, procura que haja uma maior sensibilização intergeracional junto da nossa população para a preservação do montado, considerando a sua relevância no nosso ecossistema, na nossa economia e pela beleza que a sua extensão imprime na paisagem do nosso território há tantas gerações”.

Segundo María Bastidas, coordenadora do Life Montado Adapt, “o projeto Histórias à Sombra do Montado apresenta-se como uma mais valia para a preservação do Montado de Sobro, na medida em que utiliza a arte como meio de sensibilização e permite, por isso, chegar ao público, desde os mais novos aos mais velhos, de forma apelativa”.

Preservação e regeneração do montado

Destinado a miúdos e graúdos, Histórias à Sombra do Montado pretende também partilhar conhecimento, integrando um conjunto de boas práticas para a preservação e regeneração do montado, que se encontra actualmente em declínio devido a um conjunto de factores, muitos deles originados pela acção humana, sendo as alterações climáticas um factor determinante no desencadear da situação.

As bandas desenhadas estão a ser distribuídas por todos os estabelecimentos comerciais e institucionais do concelho de Odemira em formato de jornal e, para as escolas, disponibilizadas em formato de livro, com actividades a serem desenvolvidas dentro e fora da sala de aula sobre o ecossistema do montado de sobro.

Para quem não seja residente no concelho de Odemira, o jornal está disponível para download aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

CAP promove debate sobre Planos de Gestão de Região Hidrográfica 2022-2027

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal promove no auditório da sua sede, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.