Início / Agricultura / Projecto português reduz desperdício alimentar e vence prémio Life da UE

Projecto português reduz desperdício alimentar e vence prémio Life da UE

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A cerimónia de entrega dos prémios Life de 2020 aconteceu hoje, 21 de Outubro, no decursos do maior evento ambiental da Europa, a Semana Verde da UE.

Outorgados pelo programa Life da UE para o ambiente e a acção climática, os prémios foram atribuídos aos vencedores de três categorias diferentes: Eslovénia, na categoria “Natureza”, Portugal, na categoria “Ambiente”, e Hungria, na categoria “Acção Climática”.

Um projecto italiano recebeu ainda um prémio especial que reconhece o êxito da adaptação à Covid-19 pelo trabalho desenvolvido durante a crise do coronavírus.

Portugal: Flaw4Life

O Prémio Life para o Ambiente foi vencido pelo projecto português Flaw4Life. Os parceiros no projecto criaram um mercado alternativo para os frutos e produtos hortícolas que eram demasiado pequenos, demasiado grandes ou demasiado feios para serem vendidos nos pontos de venda habituais.

O seu trabalho reduziu o desperdício alimentar em mais de 2.300 toneladas até à data, um valor comparável à quantidade anual de alimentos desperdiçados por 13.000 pessoas. Este projecto foi também o mais popular entre o público, recebendo o Prémio LIFE do público.

O Flaw4Life – Spreading Ugly Fruit Against Food Waste é um projecto que surge com o objectivo de evitar que todos os anos toneladas de frutas e hortícolas de qualidade sejam desperdiçadas pelos agricultores, evitando também o desperdício dos recursos utilizados na sua produção: água, solo, energia e horas de trabalho.

Todas as semanas os promotores do Flaw4Life trabalham directamente com os produtores regionais, passando nas suas hortas e pomares para comprar as frutas e hortaliças pequenas, grandes ou disformes que estes não conseguem escoar. Com estes produtos preparam cestas de dois tamanhos para vender aos consumidores em pontos de entrega espalhados pelo País.

Participar no projecto

Os consumidores pagam, aquando da recolha da primeira cesta de Fruta Feia, uma quota anual de 5 euros.

Para se inscrever nesta cooperativa clique aqui. Ao aderir, será incluído numa lista de consumidores interessados e assim que houver vagas numa das delegações da sua zona de residência e/ou trabalho, entraremos em contacto consigo para começar a recolher a sua cesta semanalmente.

Frans Timmermans, vice-presidente executivo do Pacto Ecológico Europeu, afirmou que “as acções falam mais alto do que as palavras, e estes projectos Life são prova disso. Todas estas iniciativas mostram que, com um investimento cuidadoso e muito trabalho, a Europa está preparada para enfrentar os enormes desafios climáticos com que nos deparamos. Estes projectos marcam a fasquia para o Pacto Ecológico Europeu e a transformação da UE numa economia moderna, eficiente em termos de recursos e competitiva”.

Prémio Life para a Natureza

O Prémio LIFE para a Natureza foi para o projecto Life Dinalp Bear, da Eslovénia. A equipa geriu e monitorizou as populações de urso pardo nos Alpes Dináricos e Alpes Orientais-Sul. Na globalidade, verificou-se uma redução de 43% dos ataques a ovinos, enquanto o número de ursos afectados pelo tráfico também diminuiu de um quarto. Os conflitos entre seres humanos e ursos também diminuíram, ao passo que as atitudes em relação aos ursos melhoraram nos países parceiros Croácia, Itália, Áustria e Eslovénia.

Prémio Life para a Acção Climática

Já o Prémio Life para a Acção Climática foi vencido pela Hungria, com o projecto Firelife. A equipa formou professores, assistentes sociais, agricultores e peritos em prevenção de incêndios florestais sobre formas de reforçar a prevenção de incêndios florestais em todo o país. Em consequência, o número de incêndios florestais diminuiu cerca de um terço e a superfície danificada diminuiu quase 90%.

O comissário europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius, acrescentou que “os vencedores e finalistas inspiradores destes prémios Life mostram que existem soluções para os desafios planetários da perda de biodiversidade, das alterações climáticas, da escassez de recursos e até mesmo das emergências sanitárias”.

Virginijus Sinkevičius disse ainda que os projectos Life “combinam tecnologia, inovação, conhecimentos especializados, cooperação e muita dedicação para encontrar soluções inteligentes. Estas histórias de sucesso individuais têm de ser reproduzidas em toda a UE — em velocidade e em escala — a fim de ajudar a UE a cumprir os ambiciosos objectivos do seu Pacto Ecológico Europeu”.

Os prémios Life reconhecem os projectos mais inovadores, inspiradores e eficazes nos domínios da protecção da natureza, do ambiente e da acção climática. Os projectos vencedores foram seleccionados entre 15 finalistas pelo seu contributo excepcional para o progresso a nível ambiental, económico e social. Obtiveram igualmente boas classificações em termos de impacto, replicabilidade, pertinência política, cooperação transfronteiriça e relação custo-eficácia.

O programa Life é o instrumento de financiamento da UE para o ambiente e a acção climática. Está em vigor desde 1992 e co-financiou cerca de 5.400 projectos em toda a UE e em países terceiros.

O orçamento para 2014-2020 foi fixado em 3,4 mil milhões de euros, e abrange um sub-programa “Ambiente” e um sub-programa “Acção Climática”.

Para o próximo orçamento de longo prazo da UE para 2021-2027, a Comissão propõe aumentar o financiamento do Life em quase 60%.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Ministra da Agricultura inaugura reabilitação do Aproveitamento Hidroagrícola da Camba

Partilhar              A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e o secretário de Estado da Agricultura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.