Início / Agricultura / Projecto LivingSoill mostra colaboração entre investigação e empresas vitivinícolas no Douro

Projecto LivingSoill mostra colaboração entre investigação e empresas vitivinícolas no Douro

Uma comitiva do projecto “LivingSoiLL- Healthy Soil to Permanent Crops Living Labs” vai estar reunida, durante os próximos três dias, em Vila Real e vai conhecer duas quintas experimentais situadas na região do Douro. Ambas as visitas ocorrerão no dia 26 de Junho, a primeira no Pinhão (Alijó), na Quinta do Bomfim (8h45-13h), depois em Vila Real, na Casa de Mateus (18h15-19h).

“Nestes dois lugares, estão em curso práticas de conservação do solo. Estes espaços vão ser pontos de visita e vão contribuir para aumentar a literacia do solo junto dos cidadãos. Estas visitas são de extrema relevância para o consórcio do LivingSoiLL, uma vez que vão demonstrar a colaboração entre as instituições de investigação e o sector empresarial vitivinícola”, afirma Cristina Carlos, coordenadora do projecto e investigadora do Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB).

O projecto, coordenado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), é financiado pela Missão Solo do Horizonte Europa com um valor global de 12 milhões de euros e tem como objectivo melhorar a saúde dos solos em culturas permanentes na Europa nas áreas da vinha, olival, castanha, avelã e maçã, refere uma nota de agenda do CITAB.

50 parceiros

O LivingSoiLL é composto por 50 parceiros de Portugal, França, Espanha, Itália e Polónia, e reúne universidades, produtores locais, associações de produtores, entidades públicas, uma associação europeia produtora de frutas, vegetais e plantas ornamentais, e uma associação europeia de defesa do sector vitivinícola.

O projecto decorrerá ao longo de 54 meses, numa abordagem colaborativa baseada na co-criação, co-implementação e co-teste de soluções, em que se espera, também, a participação activa de mais de 2 mil actores locais, adianta a mesma nota.

A equipa da UTAD é composta por 27 elementos e inclui investigadores do Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB), do Centro de Química de Vila Real (CQVR) e do Centro de Estudos Transdisciplinares de Desenvolvimento (CETRAD).

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Tem porcos? Declaração obrigatória de existências tem de ser feita até 31 de Agosto de 2024

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que no mês de Agosto de 2024, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.