Início / Apoios e Oportunidades / Apoios Comunitários / Programa Acelerar a Economia. Governo quer apoios para inovação na biotecnologia azul

Programa Acelerar a Economia. Governo quer apoios para inovação na biotecnologia azul

O programa Acelerar a Economia – Crescimento, Competitividade, Internacionalização, Inovação e Sustentabilidade, aprovado em Conselho de Ministros no dia 4 de Julho, prevê a promoção de apoios para a inovação na biotecnologia azul. A intenção é disponibilizar apoio financeiro às empresas da biotecnologia azul, para investimento em serviços de inovação.

Com esta medida, o Governo pretende “apoiar iniciativas empresariais de PME [pequenas e médias empresas] na área da biotecnologia azul para primeiros contactos com o Sistema de Investigação e Inovação, nomeadamente, aquisição de serviços de consultoria de inovação, com vista a potenciar a sua afirmação no mercado”.

Estes apoios podem “abranger actividades de assistência tecnológica, consultoria para aquisição, protecção e/ou comercialização de direitos de propriedade intelectual e industrial, entre outros”.

Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo

Por outro lado, o Executivo liderado por Luís Montenegro, aposta na conclusão do Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo Nacional. O objectivo passa por “ordenar todo o espaço marítimo português, de modo a permitir o desenvolvimento da actividade económica e da protecção do ambiente marinho”.

Assim haverá uma Resolução de Conselho de Ministros que aprova o Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo Nacional para a Subdivisão dos Açores, permitindo concluir o Ordenamento do Espaço Marítimo Português.

Pode ler o programa Acelerar a Economia – Crescimento, Competitividade, Internacionalização, Inovação e Sustentabilidade aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Tem porcos? Declaração obrigatória de existências tem de ser feita até 31 de Agosto de 2024

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que no mês de Agosto de 2024, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.