Início / Agricultura / Produtividade da castanha deverá crescer 6% face à média do último quinquénio

Produtividade da castanha deverá crescer 6% face à média do último quinquénio

Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) têm perspectivas de uma boa campanha na castanha, apesar da propagação da vespa das galhas. O crescimento esperado é de 6% face à média do último quinquénio.

Segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2021, de uma forma geral, os soutos apresentam um bom aspecto vegetativo, beneficiando em larga medida com a precipitação ocorrida em Setembro. O Inverno frio favoreceu a diferenciação floral e as condições meteorológicas na fase da floração permitiram obter uma carga de frutos significativa que, nas variedades temporãs, já começaram a cair.

Realçam os técnicos do INE que, apesar da propagação da vespa das galhas dos castanheiros (Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu), estimam que a produtividade média possa alcançar as 0,9 toneladas por hectare, valor 6% superior à média do último quinquénio. A qualidade da castanha já apanhada é, globalmente, boa, acrescentam.

Setembro chuvoso

O mês de Setembro caracterizou-se, em termos meteorológicos, como chuvoso. O valor médio da precipitação, 66,8mm, foi 24,7mm superior à normal (1971-2000), tendo sido o quarto Setembro mais chuvoso desde 2000.

A precipitação concentrou-se principalmente em quatro dias (13, 14, 23 e 25) e ocorreu sob a forma de aguaceiros, por vezes fortes, acompanhados por trovoadas. Apenas nas regiões do litoral a Sul de Sines e nalgumas zonas dos distritos de Santarém e Setúbal o valor de precipitação foi inferior ao normal.

Quanto à temperatura, Setembro classificou-se como normal, com uma temperatura média do ar de 20,4ºC (+0,1ºC, face à normal 1971-2000).

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Presidente da Confagri: “é urgente que Governo diga se vai revogar passagem das DRAP para as CCDR”

Partilhar              O presidente da Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas, Idalino Leão, já esteve reunido …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.