Início / Agricultura / Primeiro navio com cereais ucranianos já foi carregado no porto de Chornomorsk

Primeiro navio com cereais ucranianos já foi carregado no porto de Chornomorsk

O primeiro navio turco que vai transportar cereais ucranianos para exportação já foi carregado no porto comercial marítimo de Chornomorsk. As exportações podem começar nos próximos dias com o embarque de vários navios que foram carregados, mas não puderam zarpar devido à guerra, refere o site do Gabinete do Presidente da Ucrânia.

“A nossa equipa está totalmente preparada. Enviámos todos os sinais aos nossos parceiros – a ONU e a Turquia —, e os nossos militares garantem a situação de segurança. O ministro das Infra-estruturas está em contato directo com o lado turco e a ONU, estamos à espera de um sinal deles para que possamos avançar”, diz o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyi.

O desbloqueio da exportação de cereais ucranianos permitirá “evitar a escassez de alimentos, bem como a fome e o caos político em países que precisam de produtos alimentares”, salienta Zelenskyi, acrescentando que “é importante para nós que a Ucrânia continue a ser o garante da segurança alimentar mundial”.

Juntamente com o Chefe de Estado, os representantes do corpo diplomático acreditado na Ucrânia, incluindo a Embaixadora dos Estados Unidos da América, Bridget Brink, a Embaixadora da Grã-Bretanha, Melinda Simmons, o Embaixador da Itália, Pier Francesco Zazzo, a Embaixadora do Canadá, Larisa Galadza, e a Embaixadora da Alemanha, Anka Feldhusen, assistiram ao processo de carregamento de cereais, momento que contou também com o Chefe Adjunto da Representação da União Europeia, Remy Duflo e o Coordenador da ONU, Osnat Lubrani.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Crédito Agrícola aposta na descentralização e proximidade com concelho da Póvoa de Varzim

Partilhar              A Caixa de Crédito Agrícola reabriu a sua agência de Balasar, concelho de Póvoa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.