Início / Agricultura / Primeiras sementes do projecto Exopinus já estão a germinar. Objectivo: encontrar espécies de pinheiro com interesse para a fileira

Primeiras sementes do projecto Exopinus já estão a germinar. Objectivo: encontrar espécies de pinheiro com interesse para a fileira

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Centro Pinus — Associação para a Valorização da Floresta de Pinho revela que já se encontram a germinar as primeiras sementes do seu do projecto Exopinus, que irão revelar se há outras proveniências geográficas de pinheiro-bravo e outras espécies de pinheiro com interesse para a fileira do pinho em Portugal.

Este é um projecto de longo prazo, cujo próximo passo será a instalação de ensaios de campo em vários locais representativos das várias condições existentes no País.

Trata-se de um projecto que esteve em “incubação” vários anos e que resultou da conjugação de várias ideias e sugestões paralelas que o Centro Pinus foi recebendo de parceiros nacionais e internacionais.

Em consórcio rePlant

O projecto em consórcio rePlant, que conta os associados do Centro Pinus — DSS Smith Paper Viana, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Instituto Superior de Agronomia (ISA), Sonae Arauco e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) — como parceiros formais, está a ser o vector de  concretização deste projecto colectivo refere uma nota de imprensa da Associação.

E acrescenta que, juntamente com os parceiros do rePlant, esteve esta semana a visitar em viveiro as sementeiras das 5 espécies de pinheiro, provenientes de 4 países diferentes, assim como a visitar locais para os futuros ensaios.

“Entre outras oportunidades, que iremos dar a conhecer gradualmente, iremos explorar o potencial das melhores árvores do programa de melhoramento genético desenvolvido na Austrália, com base em material vegetal português”, salienta a mesma nota.

Estas árvores têm produtividades muito interessantes em regiões com precipitação escassa, pelo que podem ser uma ferramenta indispensável no contexto da adaptação às alterações climáticas.

O projecto rePlant nasce da necessidade de desenvolver soluções integradas e inovadoras que garantam a gestão sustentável das florestas portuguesas, de forma a que estas estejam cuidadas, protegidas e que sejam uma fonte de riqueza para as pessoas, as comunidades e o país. A valorização das florestas nacionais é um dos principais objectivos do rePlant, que, através de um esforço colaborativo irá contribuir para uma gestão integrada das florestas e do fogo.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Koppert tem nova gama de colmeias ecológicas Natupol para polinização de culturas agrícolas

Partilhar              A Koppert Biological Systems apresenta ao mercado nacional o mais recente desenvolvimento das suas colmeias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.