Início / Agricultura / Previsões INE: tomate para indústria regista produtividade de 95 toneladas por hectare

Previsões INE: tomate para indústria regista produtividade de 95 toneladas por hectare

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 30 de Setembro, apontam para um considerável aumento na produção de tomate para a indústria, para valores acima das 1,4 milhões de toneladas, numa campanha com um registo de produtividade (95 toneladas por hectare) ao nível dos mais elevados.

Registam-se ainda aumentos de produção na batata de regadio (+15%), enquanto no arroz a produção deverá ser semelhante a 2018, revela o INE no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2019.

Maçã com maior produção dos últimos 30 anos

Nos pomares de maçã, as condições meteorológicas favoráveis e a entrada em plena produção de novos pomares contribuíram para aquela que será a maior produção das últimas três décadas (340 mil toneladas).

Também na amêndoa, e essencialmente devido aos mesmos factores, prevêem-se aumentos significativos na produção (+55%), enquanto na castanha estima-se que o rendimento unitário deverá regressar para valores próximos de uma tonelada por hectare. Na pêra, tal como no pêssego, a produção deverá ficar ao nível da alcançada na campanha passada.

Quanto à vinha, verificou-se que as condições atmosféricas adversas (baixas temperaturas no vingamento e escassa precipitação ao longo do desenvolvimento do cacho) influenciaram a produção em diversas regiões produtoras, sendo que, globalmente, deverá registar-se uma diminuição de 5% no vinho produzido.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Festa da Cereja de Alfândega da Fé cancelada devido à Covid-19

Partilhar            O presidente da Câmara Municipal de Alfândega da Fé, Eduardo Tavares, informa que a edição …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.