Início / Agricultura / Previsões agrícolas do INE apontam para diminuição de 5% nos rendimentos da cevada e aveia

Previsões agrícolas do INE apontam para diminuição de 5% nos rendimentos da cevada e aveia

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 30 de Junho, apontam para a manutenção dos rendimentos unitários no trigo e triticale e para a diminuição na cevada e aveia (menos 5%), contrariando as primeiras projecções que indicavam aumentos generalizados nos cereais de Inverno (apenas no centeio se mantém a previsão de aumento, de 5%, face a 2019).

Culturas de Primavera/Verão

Quanto às culturas de Primavera/Verão, os técnicos do INE prevêem a manutenção da área de milho (83 mil hectares) e a redução da de arroz (menos 10%), resultado das intervenções na obra de regadio do Vale do Sado.

Na batata as colheitas apontam para produtividades semelhantes às alcançadas na campanha anterior, enquanto no tomate para a indústria e girassol, as perspectivas são de boas campanhas, com rendimentos unitários superiores à média dos últimos cinco anos (+5% e +7%, respectivamente).

Pomares

Nos pomares o cenário é de quebra generalizada nas produções. Nas prunóideas, a ocorrência de forte precipitação no interior Centro (finais de Março e de Maio), contribuiu para quebras no pêssego (-10%) e na cereja (-60%).

Nas pomóideas, também em resultado de condições meteorológicas adversas, o vingamento dos frutos foi deficiente, provocando diminuições de produtividade da ordem dos 15% na maçã e dos 35% na pêra.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Auchan disponibiliza pontos de recolha gratuitos para pequenos produtores e comerciantes locais

Partilhar            A Auchan Retail Portugal vai disponibilizar, de forma gratuita, pontos de recolha destinados aos pequenos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.