Início / Agricultura / Presidente da República condecora Eduardo Oliveira e Sousa com Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial na Classe do Mérito Agrícola
Créditos: © Miguel Figueiredo Lopes/Presidência da República

Presidente da República condecora Eduardo Oliveira e Sousa com Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial na Classe do Mérito Agrícola

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou hoje, 16 de Maio, em cerimónia no Palácio de Belém, o presidente da direcção da CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira e Sousa, com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial, Classe do Mérito Agrícola.

Segundo o site da Presidência, a Ordem do Mérito Empresarial – Classe do Mérito Agrícola destina-se a “distinguir quem haja prestado, como empresário ou trabalhador, serviços relevantes no fomento ou na valorização da agricultura, da pecuária, das pescas ou do património florestal do País”.

O distintivo da Classe do Mérito Agrícola é constituído por uma estrela de nove pontas esmaltadas de verde, perfilada e arraiada de ouro, tendo ao centro, em campo de ouro, o escudo nacional, contido em coroa circular de esmalte branco com a legenda “Mérito Agrícola” em letras maiúsculas de ouro.

Créditos: © Miguel Figueiredo Lopes/Presidência da República

Eduardo Oliveira e Sousa

Eduardo Oliveira e Sousa é presidente da direcção da Confederação dos Agricultores de Portugal, cargo que ocupa desde 19 de Abril de 2017, tendo sido anteriormente seu vice-presidente (2005-2008). Refira-se que amanhã, 17 de Maio, Álvaro Mendonça e Moura deverá ser eleito presidente da CAP para triénio 2023-2026, pois foi apresentada uma única lista, subscrita por 129 organizações associadas da Confederação.

É licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa, tendo participado no PAGE 30, Programa Avançado de Gestão para Executivos, leccionado pela Universidade Católica Portuguesa.

Foi Director Agrícola na Estação Zootécnica Nacional (1979-1983), Professor Assistente de Agricultura Geral e Máquinas Agrícolas, e Pastagens e Forragens na Escola Superior Agrária de Santarém (1981-1984) e Director Agrícola da primeira fábrica de Açúcar instalada no continente, SUCRAL (1986-1989).

Durante três décadas (1983-2013) foi o Representante do Estado e Director Executivo da Associação de Regantes do Vale do Sorraia, organismo responsável pela Obra de Rega do Vale do Sorraia, que beneficia 15.000 hectares de terras no Alentejo e Ribatejo.

Tem desenvolvido desde estudante a actividade de empresário agrícola e florestal no Ribatejo.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Deputados do PS/Açores garantem: Governo da República cumpre com a agricultura dos Açores

Partilhar              Os deputados do Partido Socialista dos Açores (PS/Açores) à Assembleia da República, reiteram que o …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.