Início / Empresas / Preço de cabaz alimentar de supermercado desce para 139,45 euros

Preço de cabaz alimentar de supermercado desce para 139,45 euros

Os preços dos produtos alimentares essenciais já começaram a descer ligeiramente e o custo total de um cabaz alimentar de supermercado é agora de 139,45 euros, uma descida de 28 cêntimos (-0,2%), comparativamente aos preços praticados a 5 de Abril, revela a análise da plataforma de comparação de preços de supermercados Kabaz.pt.

O estudo do comparador Kabaz.pt analisou 45 produtos alimentares essenciais em diversas superfícies comerciais nacionais, e comparou os preços praticados a 5 de Abril e a 1 de Julho deste ano, tendo registado 20 bens alimentares cujo preço desceu neste período e apenas 11 produtos cujo preço aumentou.

Entre os bens alimentares que mais contribuíram para este recuo estão as frutas e legumes: entre os 19 produtos desta categoria analisados, 11 desceram de preço e apenas a couve-flor e a couve-lombarda registaram uma subida.

Os produtos que viram o seu preço descer de forma mais significativa foram as cebolas, que custam agora menos 0,50€/kg (-20,08%) do que há 3 meses atrás; o carapau, que desceu 1€/kg (-20,04%); o esparguete, 0,19€ mais barato (-16,31%); a cenoura, que custa menos 0,20€/kg (-15,5%); e a alface, com uma descida de 0,30€/kg (-13,10%), refere uma nota de imprensa da Kabaz.pt.

No entanto, os preços que o Kabaz.pt encontrou nos supermercados portugueses, continuam acima daqueles que eram praticados em Dezembro do ano passado, quando o mesmo cabaz de 45 produtos custava 136,45€.

“Esta ligeira descida de preços não só não é transversal a todos os produtos alimentares, como o cabaz que analisámos continua a ter um custo mais alto do que aquele que se praticava no final do ano passado, quando a medida IVA Zero ainda estava em vigor. É importante que os consumidores tenham cautela e continuem a comparar preços e a escolher muito bem aquilo que compram”, alerta Pedro Pimenta, head of business do Kabaz.pt.

Apesar da ligeira travagem na subida de preços, a plataforma Kabaz.pt alerta para algumas subidas acentuadas. A couve encareceu 0,50€/kg (+42,02%) nos últimos três meses, a perna de peru custa agora mais 0,99€/kg (+33,11%), o iogurte natural tipo grego subiu 0,27€ (+14,46%), o bacalhau, está 1,13€/kg mais caro (+8,88%) e os ovos subiram 0.09€ (+4,72%).

Azeite mais barato

O responsável pela plataforma destaca ainda a descida do preço do azeite, que, durante meses, viu o seu custo para o consumidor subir de forma significativa e constante. Apesar da diminuição, em média, de apenas 7 cêntimos (-0,84%), comparativamente aos preços de Abril, Pedro Pimenta revela que a maioria das superfícies comerciais desceu o preço do azeite em mais de 1€ nos últimos três meses.

“A título de exemplo, em Abril, o azeite virgem extra clássico Oliveira da Serra custava, no mínimo, 8,89€, enquanto ao dia de hoje, já vários supermercados vendem o mesmo produto a 7,79€. O azeite não é caso único e para além de escolherem entre marcas, os consumidores devem também comparar supermercados e ver onde é que fará mais sentido fazerem as suas compras. A poupança no orçamento doméstico pode ser muito superior aos 28 cêntimos que contabilizámos no preço médio deste cabaz”, explica Pedro Pimenta.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Tem porcos? Declaração obrigatória de existências tem de ser feita até 31 de Agosto de 2024

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que no mês de Agosto de 2024, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.