Início / Agricultura / Portugal 2030. Nersant apresenta Sistema de Incentivos de Base Territorial para a Lezíria do Tejo

Portugal 2030. Nersant apresenta Sistema de Incentivos de Base Territorial para a Lezíria do Tejo

A Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém apresenta, no próximo dia 19 de Junho, a partir das 16 horas, na Startup Santarém, o Sistema de Incentivos de Base Territorial que apoia a criação ou expansão de micro e pequenas empresas. As inscrições são gratuitas.

Este apoio do Portugal 2030 tem como objectivo contribuir para o emprego, modernização e resiliência das economias locais, apoiando investimentos de pequena dimensão para criação de micro e pequenas empresas e para a expansão ou modernização da sua actividade, com uma taxa de financiamento de até 50%, explica a Nersant.

E adianta que, no âmbito deste Aviso, é apoiada a criação de micro e pequenas empresas (até 3 anos), bem como a expansão ou modernização empresas, com pelo menos 3 anos de actividade, designadamente através do aumento de produção, integração em cadeias de valor e expansão de redes empresariais ou outros projectos de ganhos de escala.

Podem candidatar-se a este Aviso micro e pequenas empresas da sub-região da Lezíria do Tejo, que compreende os concelhos de Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém.

O projecto apoia investimentos empresariais com despesa elegível entre 25.000 e 300.000 euros, sendo a taxa de financiamento de 50% para territórios de baixa densidade – que corresponde aos Municípios da Chamusca e Coruche e à União das Freguesias de Casével e Vaqueiros do Município de Santarém – e de 40% para os investimentos localizados nos restantes territórios.

Os empreendedores ou empresas interessadas em esclarecer-se em relação ao Sistema de Incentivos de Base Territorial para a Lezíria do Tejo, podem participar gratuitamente na sessão de informação organizada pela Nersant.

Inscrições aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Tem porcos? Declaração obrigatória de existências tem de ser feita até 31 de Agosto de 2024

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que no mês de Agosto de 2024, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.