Início / Agenda / Porto recebe a maior conferência mundial sobre incêndios florestais de 16 a 19 de Maio

Porto recebe a maior conferência mundial sobre incêndios florestais de 16 a 19 de Maio

A 8ª edição da Conferência Internacional de Incêndios Florestais (International Wildland Fire Conference – IWFC), sob o tema “Governance Principles: Towards an International Framework” vai ter lugar de 16 a 19 de Maio, na Alfândega do Porto. O evento tem como organizador local a AGIF — Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais.

Este evento – que mobiliza para Portugal especialistas (decisores, gestores operacionais e técnicos) mundiais em prevenção e supressão de incêndios – será um ponto de encontro de países, agências, organizações privadas e outras partes interessadas para partilha de experiências, em prol de comunidades e nações mais protegidas contra a crescente ameaça dos incêndios. No total, vão marcar presença mais de 1.200 participantes e 200 oradores, oriundos de cerca de 80 países, em 2.000 m2 de área de exposição.

“Portugal foi convidado como organizador na edição de 2019, fruto do reconhecimento internacional pelo esforço feito com o programa de transformação e novo modelo de gestão integrada, inspirando o tema central da conferência de 2023”, realça a AGIF em nota de imprensa.

A 8ª IWFC tem 3 objectivos: reforçar a acessibilidade e partilha de conhecimento; intensificar as redes de cooperação, troca de contactos e facilitar a inovação em processo de trabalho; propor um modelo de governança do risco de incêndio (Landscape Fire Governance Framework) que contribua para uma abordagem à escala global para a gestão de incêndios.

Esta edição da Conferência pretende “alcançar um compromisso internacional para as directrizes de governança que habilitem os países a melhor gerir o risco de incêndio”, acrescenta a mesma nota.

300 milhões de hectares queimados anualmente

Com mais de 300 milhões de hectares queimados, anualmente, os incêndios rurais estão a assumir características cada vez mais extremas e a causar impactos mais severos nas populações e ecossistemas. São um problema local com consequências globais.

“Os incêndios são uma síntese do contexto e, como tal, surgem de dinâmicas socioeconómicas mediadas por políticas públicas e incentivos económicos que determinam o uso e ocupação do solo, bem como o uso do fogo e a dinâmica social. A diversidade de causas, a sua natureza sistémica e um número crescente de partes interessadas com diferentes visões e soluções exigem que a dicotomia mais simples de prevenção e resposta dê lugar a uma estrutura mais robusta capaz de abordar a complexidade e a incerteza”, adianta a AGIF.

Para melhor preparar as sociedades para alcançarem os objectivos de desenvolvimento sustentável e garantir menores perdas em incêndios, a comunidade técnica e científica presente na 8ª IWFC, no Porto, propõe um modelo de governança do fogo (Landscape Fire Governance Framework) que reúne governos, empresas, academia e membros da sociedade civil em desenvolvimento deste modelo.

Para a organização do evento, Portugal conta com o apoio de parceiros institucionais, nomeadamente da FAO (Food and Agriculture Organization) das Nações Unidas, OCDE (Organization for Economic Co-operation and Development), que se irá centrar no desenvolvimento dos temas da governança do risco e melhores práticas de adaptação climática, o Forest Europe (Ministerial Conference on the Protection of Forests in Europe) que promoverá a reflexão sobre as políticas públicas da gestão florestal, o International Wildland Fire Association e o European Forest Institute. Irão estar também presentes os dirigentes da UNEP, do US Forest Service (USA), do IBAMA (Brasil), do Conaf (Chile), Austrália, entre outros.

A primeira edição da International Wildland Fire Conference (IWFC) teve lugar em Boston, nos EUA, em 1989, e contou com a presença de mais de 400 representantes de entidades públicas e privadas, vindos de todo o mundo. Este evento iniciou uma série de conferências com o objectivo de promover o intercâmbio de conhecimento e a cooperação internacional na gestão de incêndios florestais.

Saiba tudo sobre o evento aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Inspectores de navios de São Tomé e Príncipe treinam na DGRM

Partilhar               A DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos informa que esta semana …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.