Início / Featured / Porto de Sines movimentou 43,9 milhões de toneladas de mercadorias em 2015

Porto de Sines movimentou 43,9 milhões de toneladas de mercadorias em 2015

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Porto de Sines fechou o ano de 2015 com mais de 43,9 milhões de toneladas de mercadorias movimentadas, representando um crescimento homólogo de 17%, para o qual contribuíram todos os segmentos de carga.

No que respeita à carga contentorizada foram movimentados 1,33 milhões de TEU (capacidade de carga de um contentor marítimo normal, de 20 pés de comprimento, por 8 de largura e 8 de altura), mais 8,5% que no ano passado, mantendo-se a trajectória de crescimento sustentado que este tipo de carga tem apresentado desde a entrada em operação do Terminal XXI.

O segmento dos granéis sólidos, onde se destaca o carvão, foi o que mais cresceu, com uma evolução de 19,5% para os 5,9 milhões de toneladas de mercadorias. Já no segmento dos granéis líquidos, que inclui ramas, refinados e gás natural, foram alcançados 21,5 milhões de toneladas movimentadas, representando um crescimento homólogo de 19,1%.

Porto Sines estat.

Em 2015 o Porto de Sines recebeu 2.187 navios, mais 9,2% que no ano anterior, enquanto que o GT total aumentou 14%, para mais de 80 milhões de toneladas, demonstrando que os navios operados em Sines são cada vez de maior porte.

“Estes resultados estão intimamente relacionados com a dedicação e capacidade de toda a Comunidade Portuária que, diariamente, trabalha para garantir a elevada qualidade do serviço prestado aos clientes do porto”, diz fonte institucional do porto em comunicado.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cotações – Azeite – Informação Semanal – 31 Maio a 6 Junho 2021

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas O Instituto Nacional de Estatística (INE) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.