Início / Featured / Porto de Sines faz primeiro treino prático com fogo real de gás natural

Porto de Sines faz primeiro treino prático com fogo real de gás natural

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O dia 6 de Dezembro marcou a realização do primeiro treino prático com fogo real de Gás Natural Liquefeito (GNL) no Porto de Sines, que envolveu a REN Atlântico, concessionária do terminal especializado onde é movimentada o produto em questão, e a Administração dos Portos de Sines e do Algarve.

Durante o treino foram inflamados cerca de três metros cúbicos de gás natural liquefeito, em obstáculo do tipo “pool fire”, correspondentes a cerca de 1.800 metros cúbicos de gás natural na sua forma gasosa, o que permitiu treinar técnicas de contenção e dispersão de pluma, controlo de vaporização e extinção de incêndio.

O projecto de estabelecer um parque de treinos específico para este produto tem vindo a ser trabalhado entre a autoridade portuária e a concessionária, com o intuito de treinar os first responders de ambas as entidades em ocorrências que envolvam derrames e inflamação de GNL, culminando agora na realização de um exercício que antes não era possível na Península Ibérica.

Único terminal de gás natural do País

Recorde-se que no Porto de Sines está localizado o único terminal de gás natural do País, que actualmente é responsável pelo fornecimento de cerca de 90% das necessidades nacionais, assumindo-se como uma alternativa bastante viável ao gasoduto terrestre, que liga a Argélia ao velho continente.

Este tipo de exercícios “são essenciais para manter um adequado nível de treino das equipas de segurança e protecção, no âmbito do Plano de Emergência do Porto de Sines, garantindo uma pronta resposta a eventuais situações de emergência” explica um comunicado do Porto de Sines.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Língua azul dos ovinos: DGAV determina vacinação obrigatória no Algarve, Alentejo e distrito de Santarém

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, na sequência da confirmação de novos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.