Início / Agricultura / População empregada no sector primário cresce 1,7% em Setembro de 2022
Designed by jcomp / Freepik

População empregada no sector primário cresce 1,7% em Setembro de 2022

A população empregada na agricultura, pecuária, caça, silvicultura e pesca, no 3º trimestre de 2022, é de 137,6 mil pessoas e representa 2,8% do total. Registou-se um acréscimo de 1,7% em relação ao trimestre homólogo (mais 2,3 mil empregos) e um decréscimo de 3,2% face ao anterior (menos 4,5 mil empregos).

A análise é do GPP — Gabinete de Planeamento Políticas e Administração Geral, do Ministério da Agricultura, que salienta que desde o 1º trimestre de 2011 até ao presente o sector perdeu cerca de 52 mil empregos, “reflexo não só do abandono da actividade mas também da sua modernização tecnológica”.

No 3º trimestre de 2022 cerca de 71% da população empregada no sector primário são homens. A variação homóloga foi positiva para os homens (2,9%, correspondente a mais 2,7 mil) e negativa para as mulheres (-1,0%, correspondente a menos 400 pessoas). Para o trimestre anterior a variação foi também positiva para os homens (1,6% relativo a mais 1,5 mil) e negativa para as mulheres (-12,9% relativo a menos 6 mil).

A mesma análise do GPP realça que em 2021 o Instituto Nacional de estatística (INE) iniciou uma nova série de dados do Inquérito ao Emprego, que inclui, entre outras alterações, a de deixar de considerar como empregadas as pessoas ocupadas em actividades de agricultura e pesca para autoconsumo e a restrição da população activa ao grupo dos 16 aos 89 anos.

Pode ler a a análise do Emprego referente ao 3º trimestre de 2022 aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

CAP promove debate sobre Planos de Gestão de Região Hidrográfica 2022-2027

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal promove no auditório da sua sede, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.