Início / Agricultura / Ponte de Lima renova cooperação com Associação Florestal do Lima com apoio de 100.500€

Ponte de Lima renova cooperação com Associação Florestal do Lima com apoio de 100.500€

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Município de Ponte de Lima renovou o protocolo de cooperação com a Associação Florestal do Lima, com as equipas dos Sapadores Florestais SF 04-111, SF 16-111 e SF 18-111, atribuindo uma verba no valor total de 100.500 euros, sendo 33.500 euros para cada uma das equipas de Sapadores Florestais.

Atendendo à necessidade em apostar na prevenção e protecção das áreas florestais, a Câmara Municipal de Ponte de Lima apoia financeiramente a actividade destas equipas, que exercem funções de prevenção de incêndios florestais, através de acções de silvicultura preventiva, de vigilância, apoio ao combate a incêndios florestais e às subsequentes operações de rescaldo, e sensibilização da população. A cada equipa está atribuída uma área geográfica.

Distribuição geográfica

Assim, a equipa SF 04-111 é responsável pelas freguesias de Arcozelo, Ardegão, Freixo e Mato, Bertiandos, União de Freguesias de Cabaços e Fojo Lobal, União de Freguesias de Cabração e Moreira do Lima, Correlhã, Estorãos, Facha, Feitosa, Fontão, Friastelas, Arca e Ponte de Lima, Poiares, Rebordões Santa Maria, Sá, Santa Comba, S. Pedro D´Arcos, Vitorino das Donas, União de Freguesias de Navió e Vitorino dos Piães e Seara.

Quanto à equipa SF 16-111, atua nas freguesias de Bárrio e Cepões, Brandara, Calheiros, Labruja, União de Freguesias de Labrujó, Rendufe e Vilar do Monte e Refoios do Lima.

Por sua vez, a equipa de Sapadores Florestais SF18-111 tem como área de intervenção as freguesias de Arca e Ponte de Lima, Ribeira, Gemieira, Gandra, Santa Cruz, Beiral do Lima, Boalhosa, Gondufe, Serdedelo, Fornelos e Queijada, Rebordões Souto, Anais, Calvelo, Ardegão, Freixo e Mato e Associação das Freguesias do Vale do Neiva.

Parceria de vários anos

O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes, considerou que a celebração deste protocolo é o “corolário de uma parceria que se tem renovado ao longo dos anos, porque percebemos desde a primeira hora, o papel fundamental na valorização e preservação no ordenamento florestal do nosso território”.

O mesmo agradeceu todo o trabalho desenvolvido pela Associação Florestal do Lima, referindo o seu papel fundamental “na criação de projectos piloto, dos quais é exemplo a construção de zonas de intervenção florestal”.

Por sua vez, o presidente da Associação Florestal do Lima, José Carlos Ribas Gonçalves, agradeceu à Câmara Municipal de Ponte de Lima “pela transparência no presente acordo e pelo empenho e dedicação e pelas instalações disponibilizadas”, afirmando que a Câmara Municipal se demonstrou sempre disponível.

Incêndios florestais

No período crítico dos incêndios florestais actuam nas acções de primeira intervenção, no rescaldo e na vigilância após o incêndio e efectivam o apoio ao combate como elementos de reconhecimento e orientação no terreno, junto das unidade de bombeiros empenhadas no teatro das operações.

Nas acções de vigilância, reforçam nos períodos de maior probabilidade de ocorrência de incêndios. Ao longo do ano participam em campanhas de sensibilização demonstrando as boas práticas na utilização do fogo.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Governo dos Açores reabre candidaturas ao POSEI e PRORURAL+ por via electrónica

Partilhar            A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direcção Regional do Desenvolvimento Rural dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.