Início / Agricultura / Politécnico de Coimbra promove plantação de 1.500 árvores nativas e autóctones na Serra da Estrela

Politécnico de Coimbra promove plantação de 1.500 árvores nativas e autóctones na Serra da Estrela

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), em parceria com a Associação Folgonatur, Baldios e Junta de Freguesia de Folgosinho, realizou no passado sábado, 25 de Março, uma acção de reflorestação na Serra da Estrela, “Juntos vamos ajudar a reflorestar a Serra da Estrela”.

A iniciativa contou com a participação de cerca de 60 voluntários – estudantes, docentes e não docentes do IPC – e foram plantadas 1.500 árvores de espécies nativas e autóctones (pinheiro, carvalho, entre outras) numa zona da freguesia de Folgosinho, área muito fustigada pelos incêndios florestais que decorreram no Parque Natural da Serra da Estrela no Verão de 2022.

No âmbito do Dia Internacional da Floresta e o Dia da Árvore (21 de Março), esta iniciativa tem como principal intuito “consciencializar a comunidade para a importância da responsabilidade social e ambiental na tomada de acções relacionadas com a sustentabilidade e o ambiente”, refere uma nota de imprensa do Politécnico de Coimbra.

“É urgente apostar em atitudes e comportamentos preventivos de eficiência carbónica que de alguma forma, garantam a conservação da natureza e o desenvolvimento sustentável das futuras gerações. Vivemos num País em que os incêndios são uma constante e em que mundialmente, nos debatemos com as alterações climáticas, logo, este tipo de iniciativas são de extrema relevância. O IPC deve ajudar a formar cidadãos conscientes dos seus impactes na sociedade”, afirma Ana Ferreira, vice-presidente do IPC e responsável pela área da sustentabilidade.

“Sabemos que a floresta demora dezenas ou centenas de anos a crescer, mas quando esta é destruída estamos a devastar um ecossistema com uma grande biodiversidade, pelo que, reforço, acções como esta, levada a cabo pela comunidade IPC, são fundamentais, no sentido de a defendermos como uma valiosa fonte de riqueza natural”, salienta Ana Ferreira.

Politécnico de Coimbra +Sustentável

Esta acção de voluntariado, realizada no âmbito do Projecto “Politécnico de Coimbra +Sustentável” que tem como principal objectivo a adopção de medidas estratégicas sustentáveis em toda a Instituição com vista à mudança de comportamentos de forma a garantir o futuro da Instituição e das gerações futuras, salvaguardado a saúde ambiental e qualidade de vida, não só dos estudantes e dos trabalhadores, mas também da comunidade envolvente e por isso a realização desta actividade, demonstra também a responsabilidade social da nossa Instituição, acrescenta a mesma nota.

É também uma acção realizada no âmbito dos Programas Eco-Escolas e EcoCampus que têm sido desenvolvidos nas Unidades Orgânicas de Ensino do Politécnico de Coimbra que têm desenvolvido um conjunto de actividades dentro da Instituição, mas também fora de portas com a comunidade externa.

A Folgonatur é uma associação sem fins lucrativos, regularmente constituída nos finais de 2017, após os incêndios que também atingiram a zona da Freguesia de Folgosinho. Desde então que a Folgonatur tem tentado contribuir para a recuperação da Serra da Estrela, mobilizando pessoas, empresas e instituições para levar a cabo acções de reflorestação.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Boletins com Recomendações de Rega do Milho. Semana de 13 a 29 de Maio de 2024

Partilhar              A Anpromis — Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal informa que estão …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.