Início / Agenda / PDR 2020. Candidaturas ao apoio a novas instalações de castanheiro, figueira, sabugueiro, medronheiro e alfarrobeira terminam a 21 de Novembro

PDR 2020. Candidaturas ao apoio a novas instalações de castanheiro, figueira, sabugueiro, medronheiro e alfarrobeira terminam a 21 de Novembro

As candidaturas ao apoio ao investimento em culturas permanentes tradicionais, nomeadamente os investimentos associados a novas instalações de culturas de castanheiro, figueira, sabugueiro, medronheiro e alfarrobeira, do PDR 2020 – Programa de Desenvolvimento Rural terminam a 21 de Novembro de 2022.

Este apoio destina-se à preparação do terreno, plantação, fertilização e rega na parcela, bem como as despesas gerais de elaboração e acompanhamento da candidatura.

A dotação deste Aviso, para todo o território do continente, é de 10 milhões de euros, ao abrigo do pacote Next Generation.

Segundo o Anúncio N.º 29 / Operação 3.2.1 / 2022, da Operação 3.2.1 – Investimento na Exploração Agrícola | Aviso específico para culturas permanentes tradicionais (29º Anúncio) a tipologia de intervenção a apoiar respeita a investimentos nas explorações agrícolas cujo valor total seja superior a 25.000 euros.

As candidaturas apresentadas devem prosseguir os seguintes objectivos:

  • Reforçar a viabilidade das explorações agrícolas, promovendo a inovação, a formação, a capacitação organizacional e o redimensionamento das empresas;
  • Preservar e melhorar o ambiente, assegurando a compatibilidade dos investimentos com as normas legais, ambientais e de higiene e segurança no trabalho;
  • Apoiar a instalação de culturas permanentes tradicionais com baixas necessidades de água.

Candidaturas

As candidaturas são submetidas através de formulário electrónico disponível no sítio no portal do Portugal 2020 (aqui), ou do PDR 2020 (aqui), e estão sujeitos a confirmação por via electrónica a efectuar pela autoridade de gestão.

Pode ler o Anúncio da Operação aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Xylella fastidiosa em videiras de Castelo Branco e Fundão. DGAV dá 10 dias para destruição imediata das plantas

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que foi confirmada a presença da …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.