Início / Agricultura / Ovelhas francesas dão novo impulso ao sector agrícola açoriano

Ovelhas francesas dão novo impulso ao sector agrícola açoriano

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As ovelhas francesas vão dar uma lufada de ar fresco ao sector pecuário dos Açores. Mais de uma centena de ovelhas reprodutoras provenientes de França chegaram hoje, 29 de Agosto, a Santa Maria para incrementar a produção de leite e a diversificação agrícola nesta ilha, afirmou o director Regional da Agricultura dos Açores.

“Chegaram hoje a Santa Maria 100 ovelhas e quatro machos reprodutores da raça Lacaune, animais escolhidos pelos produtores marienses no solar da raça, em Millau, França”, salientou José Élio Ventura, acrescentando que se trata de uma raça de ovelhas utilizada, por exemplo, na produção do queijo Roquefort.

Para José Élio Ventura, a importação destas ovelhas francesas, de uma raça adaptada às condições agro-climáticas de Santa Maria, é uma via para a diversificação agrícola e também para a inovação na agricultura mariense, possibilitando o surgimento de um “produto diferenciado” no mercado, através da produção de um queijo que possa vir a constituir-se como uma referência e imagem de marca da ilha.

Projecto da ARCOA

A importação destes animais resultou de um projecto da ARCOA – Associação de Criadores de Ovinos e Caprinos da Ilha de Santa Maria, apoiado e acompanhado desde a primeira hora pelo Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas.

As ovelhas adquiridas foram submetidas a um programa de sincronização de cios para posterior inseminação, de modo a chegarem à ilha de Santa Maria a meio da gestação, prevendo-se que os primeiros nascimentos ocorram no início de Novembro.

José Élio Ventura referiu ainda que a chegada destes 104 animais a Santa Maria culmina uma viagem de vários dias desde França até Vila do Porto, tendo os animais sido acompanhados por técnicos da Direcção Regional da Agricultura, respeitando todas as condições e requisitos sanitários e do bem-estar animal.

Em 1928, existiam em Santa Maria quase 4.000 ovelhas, que utilizavam os solos mais pobres da zona ocidental da ilha, actualmente ocupados por infraestruturas aeroportuárias, mas, 20 anos depois, a ovinicultura sofreu um declínio devido à construção do aeroporto, à emigração e aos ataques de cães vadios.

Até agora existiam em Santa Maria cerca de 700 ovelhas, de várias raças.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Câmara Municipal lança aplicação de apoio às empresas do concelho com o lema “Compre em Barcelos”

Partilhar            A Câmara Municipal de Barcelos, através de uma parceria com a marca P.negócios.pt, vai disponibilizar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.