Início / Agricultura / Olivum ultrapassa os 400 milhões de kg de azeitona produzida

Olivum ultrapassa os 400 milhões de kg de azeitona produzida

Os olivicultores associados da Olivum — Associação de Olivicultores do Sul foram responsáveis nesta campanha de 2017/18 pela produção de mais de 400 milhões de kg de azeitona, um crescimento acima dos 10% esperados em relação ao ano anterior.

Este é o resultado, em grande parte, dos novos olivais estarem a entrar em produção. Do total produzido nesta campanha pelos associados da Olivum, 95% é azeitona para azeite e cerca de 5% é azeitona destinada a conserva.

Os associados da Olivum tiveram assim nesta campanha um contributo que ultrapassou os 250 milhões de euros no produto agrícola nacional, tornando-se uma das principais referências no mundo agrícola de Portugal.

Acidez muito baixa

A quase totalidade da azeitona produzida nesta campanha foi de acidez muito baixa, ou seja virgem extra. A azeitona de baixa acidez permite fazer azeite virgem-extra, de qualidade superior, e desta forma mais valorizado nacional e internacionalmente pelos consumidores.

Com este crescimento, os associados da Olivum tornaram-se responsáveis na corrente campanha por mais de 75% da produção nacional de azeitona ajudando Portugal a recuperar o seu nome de prestígio no panorama olivicultor mundial.

A Olivum tem cerca de 200 empresas associadas e representa na região do Alentejo mais de 30.000 ha de olivais, que têm tido a capacidade de criar novo emprego na região e atrair novos talentos para o sector agrícola.

Entre os associados da Olivum há olivicultores que se dedicam a investir tanto em olivais de sequeiro como olivais regados.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional está a recrutar técnico de controlo de qualidade

Partilhar               O COTHN — Centro Operativo Tecnológico Hortofrutícola Nacional, com sede em Alcobaça, informa que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.