Início / Mar / Ambiente / Oceanário de Lisboa renova certificação ambiental EMAS

Oceanário de Lisboa renova certificação ambiental EMAS

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Oceanário de Lisboa renovou a sua acreditação e verifica a ‘Declaração Ambiental EMAS 2016’ junto da SGS e da Agência Portuguesa do Ambiente. Desde Maio de 2005, a Gestão Ambiental do Oceanário encontra-se registada no Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria (EMAS) da Comissão Europeia.

A performance ambiental do Oceanário tem como principal objectivo o cumprimento da sua missão de conservação dos oceanos. As principais actividades que sustentam a gestão ambiental são concretizadas através de três eixos centrais e respectivas actividades: contribuição para a sobrevivência da biodiversidade existente, combate às causas de redução da biodiversidade e Gestão eco-eficiente do aquário, no decurso do desempenho e controlo de dados ambientais.

A contribuição para a sobrevivência da biodiversidade existente é feita através da gestão da colecção, das actividades sob a égide de afiliações (partilha de informação e objectivos com outras instituições similares) e da colaboração com instituições de referência nacional e internacional (investigação e gestão de programas de reprodução e monitorização de espécies), explica fonte do Oceanário.

Quanto ao combate às causas de redução da biodiversidade, é feito por meio da educação ambiental e literacia azul (Programa Educativo, Vaivém Oceanário, entre outros), da ciência e investigação (participação em vários projectos de investigação) e do ensino e formação (acções de formação, colaboração em estágios e trabalhos académicos, publicações científicas).

Conservação na natureza

Para Miguel Tiago de Oliveira, director de Operações, Qualidade, Ambiente, Segurança e Responsabilidade Social do Oceanário de Lisboa, “com a certificação ambiental EMAS, garantimos que todas as nossas operações se aproximam da nossa missão de conservação na natureza”.

O certificado de registo EMAS distingue os negócios que combinam a competitividade com o desempenho ambiental e opera em vários sectores como nos transportes, hotelaria, museus, banca ou na indústria de transformação, entre outros.

O Oceanário de Lisboa assume, como estratégia de desenvolvimento, a implementação de um Sistema Integrado de Gestão da Qualidade e Ambiente, certificado pela SGS, segundo os regulamentos internacionais ISO 9001 (Qualidade), ISO 14001 (Ambiente) e EMAS (Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria). Foi o primeiro aquário público da Europa a obter estas certificações e, em 2005, foi galardoado com o prémio EMAS Award 2005.

O Oceanário de Lisboa é um aquário público de referência mundial. O equipamento, que recebe mais de um milhão de visitantes por ano, partilha com a Fundação Oceano Azul a missão de promover o conhecimento do oceano, sensibilizando para sua conservação através da alteração de comportamentos. O Oceanário desenvolve actividades educativas, colabora em projectos de investigação científica e de conservação da biodiversidade marinha que promovem o desenvolvimento sustentável do oceano.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

UE aprova regime português de 150 M€ para apoiar empresas dos Açores afectadas pela pandemia

Partilhar            A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo das regras da União Europeia em matéria de auxílios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.