Início / Agricultura / Obra do Caminho Agrícola do Pico Viana beneficia 50 explorações da Ilha Terceira

Obra do Caminho Agrícola do Pico Viana beneficia 50 explorações da Ilha Terceira

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Governo dos Açores abriu o concurso público para a construção e beneficiação do Caminho Agrícola do Pico Viana CS8, no Perímetro de Ordenamento Agrário (POA) dos Altares/Raminho, na ilha Terceira, num investimento público de cerca de 430 mil euros que vai beneficiar as acessibilidades a meia centena de explorações, numa área de 700 hectares.

Esta empreitada da Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente, liderada por Luís Neto Viveiros, executada através da IROA – Instituto Regional de Ordenamento Agrário, tem um prazo de execução de 240 dias e prevê, além do alargamento e pavimentação do piso numa extensão de cerca de 1.400 metros, a execução de uma passagem hidráulica, a construção e consolidação de muros de alvenaria de pedra e de uma rede de abastecimento de água.

Inscrita na Carta Regional de Obras Públicas, a beneficiação deste traçado que faz a ligação entre o Caminho da Arrochela, na freguesia dos Altares, concelho de Angra do Heroísmo, e a Estrada Regional 3-1.ª, na freguesia dos Biscoitos, concelho de Praia da Vitória, insere-se na política de investimento público na melhoria e reforço das infraestruturas de apoio à agricultura que está a ser executada nos Açores.

A construção e beneficiação de caminhos agrícolas e rurais, de sistemas de abastecimento de água e de fornecimento de energia às explorações visa contribuir para a competitividade da produção regional, através da redução dos custos de exploração, e também para a melhoria das condições de trabalho dos agricultores.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Conserveira Pinhais inicia período nobre de produção com arranque da pesca da sardinha

Partilhar            Iniciou-se ontem, 1 de Junho mais uma campanha da pesca da sardinha, a espécie mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.