Início / Agricultura / Nuno Melo: “as pescas foram para a Agricultura e o Mar ficou sem as pescas”

Nuno Melo: “as pescas foram para a Agricultura e o Mar ficou sem as pescas”

“Se repararem bem, as pescas foram para a Agricultura e o Mar ficou sem as pescas. A Agricultura, que durante quatro anos não se viu, manifestamente, pelas escolhas, continuará a não existir”. A frase é do novo presidente do CDS-PP (Partido do Centro Democrático Social Partido Popular), Nuno Melo.

Na sessão de encerramento do 29º congresso do partido, em Guimarães, Nuno Melo começou por dedicar as primeiras palavras à embaixadora da Ucrânia em Portugal, presente no congresso, e ao seu “povo extraordinário” que “luta pela democracia e liberdade, valores nossos em Portugal”.

Mas logo o novo presidente do CDS voltou à realidade portuguesa e lembrou que “os bilhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência não estão na Pasta da Economia, porque na verdade foram destinadas todas, ou no essencial, à dimensão pública do País, que através deste governo não percebe que são as empresas que criam riqueza, que são as empresas que geram emprego, e não são as empresas que só podem estar cá quando é preciso cobrar impostos por um Estado que lhes acaba por sorver todos os recursos e complicar os enredos da burocracia”.

O 29º Congresso do CDS-PP, decorreu este fim-de-semana em Guimarães.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Ordem dos Médicos Veterinários defende criação do assistente social para combater abandono de animais

Partilhar              A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) assinala o Dia Internacional do Animal Abandonado que se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.