Início / Agricultura / Nufarm lança Cuproxat, fungicida para cultura de kiwi

Nufarm lança Cuproxat, fungicida para cultura de kiwi

A Nufarm lançou um novo fungicida, o Cuproxat, “fundamental para kiwi de qualidade”. Fruto do desenvolvimento da tecnologia exclusiva Tri-Base, trata-se de um produto de cobre líquido sob a forma de sulfato de cobre tribásico, refere a empresa em nota de imprensa. Mas, este fitossanitário é também indicado para muitas outras culturas, como as da videira, nogueira, macieira, pereira, citrinos, batata e tomate.

O novo produto já está disponível para comercialização em embalagens de 1 litro e de 10 litros. Entre as vantagens que a Nufarm destaca, encontram-se a sua “acção multi-site aos níveis da respiração, membrana e enzimas; as suas partículas microscópicas aderem com maior facilidade à folha, são mais resistentes à lavagem e proporcionam uma cobertura foliar mais homogénea: e o seu pH neutro – na formulação e quando em solução – selectividade superior e maior compatibilidade”.

Por outro lado, garante menor fitotoxicidade e menor risco para o ambiente, não atrasa o desenvolvimento foliar, melhora a lenhificação e a frutificação no ano seguinte e atrasa a senescência, acrescenta a empresa.

Ficha técnica

O Cuproxat é um fungicida cúprico de acção preventiva sobre a germinação dos esporos, de contacto multi-site, possuindo também acção bacteriostática. A persistência biológica do produto é de 10-14 dias, sendo o intervalo mais curto usado em condições de maior risco (chuvas constantes, elevada pressão da doença).

Pode ver todas as culturas em que o produto pode ser aplicado aqui.

No caso do kiwi (Actinidea) – Bacterioses (Pseudomonas sp.) — a Nufarm aconselha a aplicar 300-400 mL/hL. Efectuar um tratamento ao fim da colheita, ou durante a queda das folhas (25% a 50% de queda); e ou após a poda de Inverno e ou na rebentação. Iniciar os tratamentos pouco antes da floração BBCH 91-53(a). Intervalo entre aplicações de 10 a 15 dias. Numero máximo de aplicações: 5. Volume de calda:1000L/ha. Intervalo de segurança não se aplica.

Locais de Aplicação: videiras; pomares de pomóideas, prunóideas e citrinos; olivais; aveleira e nogueira; batateira; tomateiro; arroz; kiwi (Actinídea); morangueiro.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Suínos, ruminantes e aves de produção em debate nas II Jornadas Técnicas Vetlima

Partilhar              As II Jornadas Técnicas Vetlima realizam-se nos dias 2, 3, 6 e 7 de Junho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.