Início / Agricultura / Nespresso doa 1,25 milhões de refeições ao Banco Alimentar através do projecto Reciclar é Alimentar

Nespresso doa 1,25 milhões de refeições ao Banco Alimentar através do projecto Reciclar é Alimentar

A Nespresso Portugal, em 2024, já contribuiu com mais 1,25 milhões de refeições ao Banco Alimentar contra a Fome, no âmbito do ‘Reciclar é Alimentar’, o projecto de economia circular da marca em território nacional.

Ao longo de 14 anos de existência, a iniciativa já fez chegar 19,7 milhões de refeições à mesa de famílias carenciadas, através das 2.600 instituições de solidariedade social apoiadas por 21 Bancos Alimentares de Portugal continental e ilhas, refere uma nota de imprensa da Nespresso Portugal.

A Nespresso, marca de cafés da Nestlé, tem vindo a reforçar a sua estratégia de apoio à comunidade local e, além de ter oferecido mais de 962 toneladas de arroz português ao longo destes anos, pela primeira vez, num processo de eficiência contínua, irá também entregar 30 toneladas de trinca de arroz a associações de animais, através do Banco Alimentar contra a Fome, acrescenta a mesma nota.

“O projecto ‘Reciclar é Alimentar’ é a materialização da visão 360º que a Nespresso tem da sustentabilidade e um motivo de enorme orgulho. A sustentabilidade e o apoio à comunidade fazem parte da essência da marca Nespresso e, ao mesmo tempo que oferecemos um café de elevada qualidade, estamos a contribuir de forma positiva para a sociedade”, diz Jaime de la Rica, business executive officer da Nespresso Portugal.

E adianta que “este ano, num processo de eficiência e melhoria contínua, além das 62,5 toneladas de arroz doado, conseguimos garantir também a entrega de 30 toneladas de arroz trinca para associações de animais, logo quando pensávamos que a história não poderia ficar mais bonita! Queremos que esta iniciativa seja cada vez mais como a do café reciclado: sem fim”.

Reciclar é Alimentar

O ‘Reciclar é Alimentar’ começa no momento em que os portugueses bebem café e reciclam a cápsula Nespresso, e surgiu como forma de reaproveitar a borra de café das cápsulas usadas, integrando-a num composto 100% orgânico, que vai enriquecer os campos de cultivo de arroz. O arroz ali produzido é depois comprado pela Nespresso e doado ao Banco Alimentar.

Além da borra, também o alumínio das cápsulas, material infinitamente reciclável, é integrado em novos objectos, como canetas, máquinas fotográficas, canivetes ou até bicicletas.

As cápsulas para reciclagem podem ser entregues nos cerca de 250 pontos de recolha e nas boutiques Nespresso ou, para quem compra online, devolvidas ao estafeta no momento da recepção da encomenda.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Viana do Castelo recebe comemorações oficiais do Dia da Polícia Marítima

Partilhar              A cidade de Viana do Castelo vai acolher, no próximo mês de Outubro, as Comemorações …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.