Início / Featured / Navio hidrográfico da Marinha Portuguesa inicia campanha hidro-oceanográfica ao largo de Lisboa

Navio hidrográfico da Marinha Portuguesa inicia campanha hidro-oceanográfica ao largo de Lisboa

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Navio da República Portuguesa ( NRP) Almirante Gago Coutinho iniciou esta semana uma campanha hidro-oceanográfica multidisciplinar que consiste, numa primeira fase, na recolha de amostras verticais de sedimentos na zona do delta do Rio Tejo e cabeceira do canhão submarino de Lisboa, na plataforma continental do Tejo e da Ericeira, entre os 20 e os 150 metros de profundidade.

​Para cumprir esta missão, o navio tem embarcada uma equipa científica de 8 elementos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e uma equipa técnica de 4 elementos da Divisão de Geologia Marinha (GM) do Instituto Hidrográfico (IH).

O NRP Almirante Gago Coutinho é comandado pelo capitão-tenente Franco Leitão.​

Classe D. Carlos I

O NRP Almirante Gago Coutinho, da classe D. Carlos I, esteve ao serviço da Marinha dos Estados Unidos, tendo sido transferido para a Marinha Portuguesa em 30 de Setembro de 1999.

Este navio, após a chegada a Portugal, passou ao estado de desarmado a aguardar financiamento para a instalação de equipamentos e para a sua conversão em navio hidrográfico. Em Maio de 2007, após um ano e meio de fabricos, terminou o processo de conversão num navio hidrográfico.

Do equipamento científico do navio, realçam os sistemas sondadores multifeixe, que permitem a execução de levantamentos hidrográficos até aos 11 000 metros de profundidade, o perfilador acústico de correntes, possibilitando a medição de correntes até aos 700 metros de profundidade, o perfilador de sedimentos, para levantamentos sísmicos e os perfiladores de velocidade de propagação do som na água, que permite colheitas até aos 2 000 metros de profundidade.

Desde Maio de 2007, com a actual configuração, o NRP Almirante Gago Coutinho executou diversas missões de carácter científico em águas nacionais e internacionais, de destacar o apoio às operações navais, os levantamentos hidrográficos para o projecto de extensão da plataforma continental e as campanhas oceanográficas para o estudo do ambiente marinho, no âmbito de vários projectos de monitorização ambiental, como o observatório submarino do canhão da Nazaré.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Agricultores do distrito de Leira marcam manif em Lisboa para 14 de Junho, dia de reunião de ministros da Agricultura da UE

Partilhar            A União dos Agricultores do Distrito de Leira (UADL) e a Confederação Nacional da Agricultura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.