Início / Agricultura / Navigator promove actividades sobre a floresta na Semana Europeia do Desporto

Navigator promove actividades sobre a floresta na Semana Europeia do Desporto

A The Navigator Company vai proporcionar, nos próximos dias 24 e 28 de Setembro, um conjunto de actividades sobre a floresta para os visitantes que se desloquem ao Centro Desportivo Nacional do Jamor. Os participantes poderão usufruir de várias iniciativas ao ar livre, dinamizadas pelos projectos “Dá a Mão à Floresta” e “My Planet”, no âmbito da comemoração da Semana Europeia do Desporto.

Com a floresta como pano de fundo, as várias actividades aliam uma vertente lúdica, mas também pedagógica, com o objectivo de motivar para o desenvolvimento de acções que sensibilizem para um futuro mais sustentável, refere uma nota de imprensa da empresa.

Esta é uma oportunidade para no dia 24 de Setembro, entre as 15 e as 20 horas, os visitantes fazerem actividades em papel, jogos didácticos e conhecerem algumas das suas personagens preferidas – como a Nádia e o Vasco, que fazem parte do projecto “Dá a Mão à Floresta”.

Já no dia 28 de Setembro, entre as 10h00 e as 13h00, a iniciativa “Cheiros de Floresta”, uma experiência com uma forte componente sensorial que pretende dar a conhecer os cheiros que vêm da floresta numa actividade que será adaptada às necessidades dos vários participantes. Além de poderem tocar, cheirar, imaginar e aprender, os visitantes podem também explorar e conhecer os muitos benefícios que as árvores nos proporcionam.

O Instituto Português do Desporto e Juventude é o coordenador nacional da Semana Europeia do Desporto, iniciativa desenvolvida pela Comissão Europeia, que este ano decorre de 23 a 30 de Setembro, com o objectivo de promover o desporto e a actividade física junto de todos os cidadãos.

Conhecido pelo seu carácter lúdico-pedagógico, o projecto “Dá a Mão à Floresta”, dedicado a crianças dos 4 aos 10 anos, tem como principal objectivo aproximar a empresa do público mais jovem através de acções levadas a cabo em estreita ligação com a comunidade escolar, acrescenta a mesma nota.

E acrescenta que a necessidade de proteger a floresta, a valorização de produtos de origem florestal – onde está inserido o papel –, bem como a preservação do ambiente são os principais valores que o projecto procura transmitir desde a sua criação.

Já o “My Planet” assume-se como um veículo de responsabilidade social e ambiental através da partilha de conhecimento e do apoio a diversas acções levadas a cabo em conjunto com a comunidade.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Orçamento Participativo dos Açores tem 32 propostas vencedoras

Partilhar              A edição de 2022 do Orçamento Participativo dos Açores (OP Açores) contou com mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.