Início / Agricultura / Navigator e P2X Europe fecham acordo para produção de combustível verde para a aviação

Navigator e P2X Europe fecham acordo para produção de combustível verde para a aviação

A The Navigator Company e a empresa alemã P2X Europe celebraram um acordo de princípio para a criação de uma joint-venture – a P2X Portugal – para desenvolver uma unidade industrial de última geração para produzir, em larga escala, combustíveis não fósseis para o sector da aviação, também conhecidos como e-SAFs (e-Sustainable Aviation Fuels) – jet-fuel (querosene) sintético, neutro em carbono, produzido a partir de hidrogénio verde e CO2 biogénico.

Este projecto tira partido da elevada competitividade de Portugal na produção de energia renovável (solar e eólica) e do CO2 biogénico gerado pelas biorrefinarias da Navigator que utilizam como recurso as florestas sustentáveis. Em conjunto, estes são os dois elementos críticos para o sucesso da produção à escala industrial de jet-fuels sintéticos net-zero (neutros em carbono), com vista à descarbonização da indústria da aviação, refere um comunicado de imprensa da Navigator.

A joint-venture reúne por um lado o vasto know-how da P2X Europe, precursora no desenvolvimento de projectos PtL (Power-to-Liquids) a nível internacional e trader experiente de combustíveis líquidos, e por outro lado a “vasta experiência industrial da Navigator na gestão de biorrefinarias e florestas sustentáveis”.

Objectivo: ser uma referência internacional

A P2X Portugal é uma “aliança pioneira que tem como objectivo ser uma referência internacional no desenvolvimento e comercialização em larga escala de produtos inovadores de combustíveis sintéticos para o sector da aviação”, acrescenta o mesmo comunicado.

E realça que “Portugal encontra-se numa posição única para desenvolver um novo cluster de produção de derivados de hidrogénio verde, como os combustíveis sintéticos, criando emprego, fomentando exportações e assegurando um papel de liderança no estabelecimento de uma bioindústria assente em florestas sustentáveis, que será fundamental para a ambicionada descarbonização do sector dos transportes”.

A instalação da P2X Portugal no complexo industrial da Navigator na Figueira da Foz marca “um passo fundamental para Portugal e para a Europa no caminho para a construção de um ecossistema totalmente integrado de produção de combustíveis verdes”, frisa a empresa.

P2X Portugal

A joint-venture P2X Portugal reúne empresas líderes em tecnologia e engenharia e integra toda a cadeia de valor do processo, incluindo a captura de até 280.000 toneladas por ano de CO2 biogénico e várias centenas de megawatts de nova capacidade de energia renovável. O projecto visa atingir uma capacidade total de produção de eFuel (eSAF) de 80.000 toneladas por ano assim que totalmente desenvolvido.

Para as duas primeiras fases de desenvolvimento, o investimento do projecto totalizará cerca de 550 a 600 milhões  de euros na instalação de produção de H2 verde, na infra-estrutura e processo de captura de CO2 biogénico, e na capacidade de produção de 40.000 toneladas por ano de crude e combustível sintético.

O Governo português concedeu ao projecto PtL da P2X Portugal o estatuto Projecto de Interesse Nacional (PIN), o que constitui um testemunho da relevância e qualidade global do projecto da P2X Portugal.

Sujeito ao cumprimento de determinadas condições precedentes e a uma decisão final de investimento positiva prevista para meados de 2023, o Projecto está programado iniciar a operação comercial no primeiro semestre de 2026.

Projecto de Interesse Nacional

As condições precedentes exigidas para uma Decisão Final de Investimento positiva incluem, entre outras, disponibilidade de energia renovável a preços competitivos (tipicamente eólica e solar); adequado enquadramento regulatório para a produção de Hidrogénio Verde, a definir no EU Delegated Act atualmente em discussão em Bruxelas; acordos de off-take satisfatórios com companhias aéreas de referência; e obtenção de incentivos adequados ao investimento proporcionados pela União Europeia e pelo Governo Português.

A joint-venture está em processo de obtenção de autorização das autoridades anti-trust da União Europeia (UE).

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Estação Biológica de Mértola tem vaga para Bolsa de Investigação para Doutoramento

Partilhar              A Câmara Municipal de Mértola informa que a EBM — Associação Estação Biológica de Mértola …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.