Início / Agricultura / Navigator e Oupas! design “abrem janela” para a biodiversidade

Navigator e Oupas! design “abrem janela” para a biodiversidade

A partir do dia de hoje, quem passar junto à sede da The Navigator Company na Avenida Fontes Pereira de Melo, 27, não vai ficar indiferente. A empresa abriu, através de uma montra no seu edifício, “uma janela” para a biodiversidade, num trabalho criativo desenvolvido em papel pelas mãos das designers do ateliê Oupas! design.

Assim, quem espreitar para a montra pode encontrar vários elementos naturais, todos construídos em papel, como o arbusto medronho a erva pinheira orvalhada ou o eucalipto bem como algumas espécies de animais, como a águia-de-Bonelli e o lobo ibérico onde, junto a este último, poderão tirar fotografias.

Na “janela para a biodiversidade” do edifício da empresa, os diversos elementos de flora e fauna foram produzidos com o papel da marca recentemente lançada, gKraft – BOX 250 g/m2 Extra Branco e BAG 90 g/m2 Natural da The Navigator Company –, um material sustentável, ambientalmente responsável e reciclável, refere uma nota de imprensa da Navigator.

“Estas são características que têm contribuído para que o papel tenha conquistado um lugar de relevo dentro do paradigma da sustentabilidade e da economia circular, assente em produtos com origem em matérias-primas naturais e renováveis, capazes de substituir os de proveniência fóssil, como o plástico”, acrescenta a mesma nota.

Desta forma, todos os elementos criados para esta instalação são recicláveis e biodegradáveis. A produção de papel é o resultado da “laboração de uma indústria sustentável e transparente que se baseia num recurso renovável, que fomenta o aumento da biodiversidade, rejeita em absoluto as práticas de cortes ilegais de madeira e que tem contribuído para o incremento da área florestal europeia”, frisa a Navigator.

Biodiversidade by The Navigator Company

Com esta iniciativa, a The Navigator Company pretende, assim, sensibilizar para a importância da biodiversidade, em especial nas florestas, assinalando também o lançamento da sua plataforma “Biodiversidade by The Navigator Company”. Disponível aqui, este projecto, dedicado à partilha de conhecimento sobre a biodiversidade em ecossistemas florestais, nasce do propósito da empresa em partilhar com a sociedade o seu saber, experiência e recursos em busca de um futuro melhor, quer para a actual como para as futuras gerações.

Em 2021, 12.364 dos mais de 104 mil hectares de floresta sob a gestão da Empresa estavam classificados como Zonas de Interesse para a Conservação (mais 441 hectares do que em 2020), e, destas, cerca de 1.655 hectares distinguem-se pela presença de valores naturais e socioculturais de carácter excepcional.

Para conservar estes valores naturais, a Navigator procede à identificação e mapeamento de habitats e espécies de fauna e flora. Em 2021, foram encontradas mais quatro espécies de fauna nas propriedades sob gestão da empresa, totalizando 245 espécies, bem como mais cinco na sua flora que ultrapassam as 800 espécies identificadas.

De salientar também que, no seguimento do seu trabalho regular de protecção da biodiversidade, a empresa manteve, durante o período de reprodução ao longo do Inverno e da Primavera de 2021, o acompanhamento de nove locais de nidificação da espécie águia-de-bonelli (Aquila fasciata). Foi também acompanhado um ninho de cegonha-preta (Ciconia nigra) com sucesso reprodutivo (duas crias), além da descoberta de um ninho de açor, também este com crias.

Recorde-se que, ao contrário do que tem acontecido nas florestas geridas pela The Navigator Company, onde o número de espécies identificadas tem registado um crescimento consistente nos últimos 10 anos, em termos mundiais, a biodiversidade tem vindo a decrescer, de acordo com os indicadores mais recentes do Living Planet Index (2020), que apontam para uma redução média de 68% nas populações de mamíferos, aves, anfíbios e peixes monitorizados entre 1970 e 2016.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

DGAV actualiza zona afectada pela Língua Azul. Saiba quais os concelhos com vacinação obrigatória

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária procedeu ao alargamento da zona afectada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.