Início / Agricultura / Município de Pombal dinamiza acção de controlo de espécies invasoras

Município de Pombal dinamiza acção de controlo de espécies invasoras

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Município de Pombal dinamizou, na passada sexta-feira, dia 16 de Outubro, uma acção de controlo de Erva-das-pampas, no âmbito da Semana Nacional sobre Espécies Invasoras, que decorreu entre 10 a 18 de Outubro.

A iniciativa, dinamizada por técnicos dos serviços da Unidade de Ambiente, Unidade de Espaços Verdes e Lazer, e Gabinete Técnico Florestal, foi realizada na zona do centro municipal de exposições (Expocentro),

A Erva-das-pampas (Cortaderia selloana) é uma erva vivaz com uma grande roseta de folhas e grandes plumas branco-prateadas, pertencente á família das gramíneas e originária da América do Sul (Chile e Argentina). Invade principalmente áreas degradas, dunas costeiras e margens de vias de comunicação.

Planta de crescimento vigoroso

O crescimento vigoroso e a formação de tufos densos dão-lhe vantagem sobre a vegetação nativa. Produz muitas sementes, as quais são dispersas eficazmente pelo vento. As folhas cortantes podem causar irritação na pele.

O facto de ser uma planta que depois de introduzida num novo território se reproduz rapidamente e ocupa áreas extensas, sem a ajuda do homem, é considerada uma espécie invasora. Estas ameaçam a biodiversidade, os ecossistemas naturais, a produção de alimentos, a saúde pública e afectam a própria economia do país.

“Uma vez estabelecidas, as espécies invasoras são muito difíceis de eliminar e o seu controlo é muito dispendioso, pelo que evitar a utilização e prevenir a expansão destas espécies é a melhor solução”, realça fonte da autarquia de Pombal.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Docapesca investe 178 mil euros no Porto de Pesca do Rio Arade

Partilhar            A Docapesca – Portos e Lotas lançou dois concursos públicos para a instalação de central …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.