Início / Agricultura / Mulheres Agricultoras desafiam decisores políticos a darem prioridade à aquisição de alimentos da Agricultura Familiar no abastecimento das cantinas públicas

Mulheres Agricultoras desafiam decisores políticos a darem prioridade à aquisição de alimentos da Agricultura Familiar no abastecimento das cantinas públicas

A MARP – Associação das Mulheres Agricultoras e Rurais Portuguesas desafia os decisores políticos a garantirem “canais de escoamento da produção com valorização de mercados e feiras, locais privilegiados de venda dos produtos agrícolas e factores de produção, alicerces da Agricultura Familiar, assegurado muitas vezes pelas mulheres”. E a darem “prioridade à aquisição de alimentos provenientes da Agricultura Familiar no abastecimento das cantinas públicas”.

O pedido surge hoje, 15 de Outubro, Dia Internacional da Mulher Rural. Em comunicado, a Associação pede ainda que se garanta “o direito a produzir alimentação de qualidade, que exige a valorização dos preços à produção nacional”, e que se concretize o Estatuto da Agricultura Familiar, “nomeadamente a criação de um regime de segurança social adaptado à realidade das mulheres agricultoras e rurais”.

Por outro lado, as Mulheres Agricultoras e Rurais Portuguesas pretendem que o poder político garanta “os serviços públicos às populações rurais” e que estabeleça “políticas de desenvolvimento rural através da fixação de mulheres e famílias que queiram viver no mundo rural”.

“As mulheres rurais enfrentam desafios cada vez mais difíceis de suportar. Acrescenta-se a capacidade de resistência que lhes é inerente para fazer face às alterações climáticas, a violência económica (e outras formas), a dificuldade no acesso aos cuidados básicos de saúde, as desigualdades de género e… a pandemia ou o que resta dela”, realça o mesmo comunicado.

E acrescenta que “as cuidadoras da terra e da família sentem as suas vidas viradas do avesso a tentar sobreviver aos constantes ataques à sua integridade moral e até física. O cansaço é notório nos rostos marcados pelo peso da História que tende a invisibilizar o trabalho digno e meritório das Mulheres Rurais e Agricultoras”.

O Dia Internacional da Mulher Rural celebra-se a 15 de Outubro, data estabelecida pela Organização das Nações Unidas numa resolução da assembleia geral em 18 de Dezembro de 2007, um documento de seis páginas que relata a importância da mulher em contexto rural.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Produtores de leite da Póvoa de Varzim em risco de falência pedem para serem pagos ao preço mínimo de 38 cêntimos/litro

Partilhar             more  Caso não exista um aumento do preço do leite a breve prazo, toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.