Início / Featured / Movimento de mercadorias no Porto de Lisboa aumenta 6,4% no 1º semestre de 2022

Movimento de mercadorias no Porto de Lisboa aumenta 6,4% no 1º semestre de 2022

O movimento de mercadorias no Porto de Lisboa aumentou 6,4% no primeiro semestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano anterior. Foram movimentadas cerca de 5,1 milhões de toneladas, o que compara com os 4,8 milhões registados nos primeiros seis meses de 2021.

Na carga geral, que registou uma subida de 6,9%, foram movimentadas, em cargas e descargas, mais de 2 milhões de toneladas (1,9 milhões no semestre homólogo de 2021), divulga aquela infra-estrutura portuária.

Na carga contentorizada o aumento foi também de 6,9%, tendo passado de 1,8 para 1,9 milhões de toneladas. A carga fraccionada, embora não seja representativa nos dados globais da tonelagem movimentada, registou uma subida de cerca de 7,5%.

Este aumento de movimentos é comum a outros segmentos. O dos granéis líquidos, por exemplo, registou uma subida de 13% e o dos sólidos de 4,5%. Neste último o total de cargas e descargas passou de 2,3 para 2,4 milhões de toneladas.

No que respeita ao número de navios, assinala-se, em comparação com o primeiro semestre de 2021, um aumento expressivo, na ordem dos 25%, sendo de realçar o grande crescimento em termos de tonelagem bruta, superior a 150%, e que se deve à normalização da actividade dos cruzeiros.

José Castel-Branco da Administração do Porto de Lisboa, considera que este crescimento “é um sinal inequívoco de recuperação e que consolida o Porto de Lisboa como uma infra-estrutura fundamental para a economia portuguesa, garantido o abastecimento de matérias-primas essenciais para o crescimento do país e contribuindo para a exportação de produtos nacionais”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Investigadores do Politécnico de Leiria estudam produção sustentável de papaias em aquaponia

Partilhar              Um grupo de investigadores do pólo de investigação do LSRE-LCM no Instituto Politécnico de Leiria …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.